Política

Evangélica, Marina Silva critica frase de Mendonça após nomeação ao STF

03/12/2021 07h35
A ex-ministra do Meio Ambiente retrucou a declaração de que a entrada do ex-advogado geral da União na Corte era "um salto para os evangélicos"
Evangélica, Marina Silva critica frase de Mendonça após nomeação ao STF

Ex-ministra do Meio Ambiente e uma das principais lideranças políticas da Rede Sustentabilidade, Marina Silva criticou uma declaração de André Mendonça, futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Após ter o nome aprovado no Senado na quarta-feira (1/12), Mendonça disse que a entrada dele na Corte era “um passo para o homem, mas um salto para os evangélicos".

Marina, que é evangélica, disse que Mendonça interpretou a aprovação para ser ministro como “um passo dele, mas significando avanço dos evangélicos”, e criticou o papel de “ministro evangélico”, empregado ao ex-advogado geral da União.

“O povo brasileiro espera que os ministros do STF sejam juízes impessoais e imparciais, com o devido saber jurídico para, em conformidade com nossas leis e a nossa Constituição, promoverem a justiça para todos os habitantes do país que ali recorram. Não se espera que ministros do STF sejam a representação de qualquer segmento da sociedade. O espaço da representação política é o parlamento”, escreveu em uma postagem no Instagram.

Em 2014, Marina foi candidata à presidência da república. Ela terminou em terceiro lugar, recebendo 22,1 milhões de votos.

Autor: Pedro Grigori

Fonte: correiobraziliense.com.br