Polícia

Suspeito de participação no feminicídio em Olivença, homem é preso por ameaçar a ex-esposa

28/10/2021 16h47
Mulher relatou à polícia que recebeu ameaças pelo WhatsApp porque o ex-marido acreditava que ela tinha denunciado seu suposto envolvimento no atentado no cartório da cidade.
Suspeito de participação no feminicídio em Olivença, homem é preso por ameaçar a ex-esposa

Um homem de 39 anos foi preso na quarta-feira (27) por ameaçar a ex-esposa. Ele não teve o nome divulgado, mas a Polícia Civil suspeita que ele tenha fornecido a arma usada no feminicídio no cartório de Olivença por Elvison Silva Vilela Ferreira, que é ex-namorado de uma das vítimas e considerado foragido.

O crime aconteceu na segunda (25). Testemunhas contaram que o atirador foi namorado de Dayrla Roberto Correia Mélo, de 21 anos, mas não aceitava o fim do relacionamento. Ela foi ferida e socorrida para um hospital da região. A mãe dela, Damiana Roberto Correia Mélo, de 45 anos, também foi baleada e não resistiu.

"Testemunhas relataram que o homem preso encontrou com o ex-namorado da vítima um dia antes do crime e teria emprestado ou escondido a arma utilizada no feminicídio. A gente ainda está tentando localizar o Elvison para confirmar esse fato", explicou ao g1 o delegado Hugo Leonardo, que investiga o caso.

De acordo com informações do 7º Batalhão de Polícia Militar, o autor dos tiros deixou seu carro no local do crime e usou uma moto para fugir. Quando os policiais foram acionados, viram um outro homem retirando o carro de Ferreira. Esse homem foi chamado para depor como testemunha no dia seguinte e liberado.

Ao sair, segundo o relato da sua ex-esposa, ele fez ameaças a ela por WhatsApp por acreditar que tinha sido ela quem denunciou à polícia seu suposto envolvimento com o feminicídio. Ela apresentou as mensagens e os áudios dele e os policiais fizeram buscas até prendê-lo com base na Lei Maria da Penha.

O homem foi levado para a Delegacia Regional de Santana do Ipanema e autuado em flagrante. Não há, até esta quinta-feira (28), acusação contra ele no inquérito que investiga o crime no cartório.

Crime dentro do cartório em Olivença

Após confirmar a participação do ex-namorado de Dayrla Mélo no atentado que matou sua mãe, a polícia segue fazendo buscas para encontrar Elvison Ferreira.

Além do carro dele, de modelo Celta e cor prata, uma motocicleta utilizada para a fuga após o crime também foi apreendida, encontrada no dia seguinte em uma fazenda no município.

O dono da moto foi ouvido pela polícia e informou que Ferreira tinha pedido o veículo emprestado.

Dayrla estava internada no Hospital de Emergência do Agreste e até terça (26) o seu quadro era considerado estável. Ao g1, o hospital informou nesta manhã que não poderia mais, a pedido da família, passar informações sobre seu estado de saúde.

Autor:

Fonte: g1.globo.com