Polícia

Prisão de traficantes em Penedo

02/08/2012 08h00
Ação aconteceu na manhã desta quinta-feira,02
Prisão de traficantes em Penedo

Policiais civis da 7ª Delegacia Regional de Penedo, comandados pelo Delegado Rubem Natário, com apóio de agentes do T.I.G.R.E (Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil), deram cumprimento nas primeiras horas da manhã de hoje a dois Mandados de Busca e Apreensão, emitidos pelo Juiz Antônio Barros da Silva Lima da 4ª Vara Criminal de Penedo. Os Mandados foram direcionados para os imóveis de propriedade da Vilma de Oliveira, conhecida por “Branca”, 46 anos e sua irmã Ilma de Oliveira, chamada de “Preta”, 45 anos.

Os policiais revistaram as casas situadas na Rua “B”, no Loteamento Santa Luzia e na Rua Ponta Mufina, bairro da Cohab, ambas na parte alta de Penedo.

Nos imóveis os agentes localizaram cerca de 90 (noventa) pedras de “Crack”, prontas para venda, a quantia de R$ 290,00 (duzentos e oitenta e quatro) reais, dinheiro trocado em notas diversas, 01 (um) revólver de calibre .38, devidamente carregado com 07 (sete) munições intactas e pronto pra uso, além de pequena quantidade de “maconha” prensada e 01 (uma) pedra de “Crack” com aproximadamente 30 (trinta) gramas.

No interior do imóvel da Vilma de Oliveira os policiais localizaram ainda um indivíduo não identificado civilmente, pois não porta documentos, conhecido no mundo do crime por “Meia Noite”, o qual já estaria sendo investigado pela Delegacia Regional na prática de homicídios na região do Baixo São Francisco, vulgo elemento encontrava-se em poder de 01 (um) Moto Honda/CG de cor preta e placa NMM9881/AL.

“Estávamos investigando as irmãs do tráfico há 02 meses, onde efetivamos filmagens e fotografias que foram apensadas a representação deste Delegado perante o magistrado desta Comarca, o qual por sua vez, observando os elementos de convicção determinou a expedição dos Mandados Judiciais”, frisou o Delegado Rubem Natário.

As pessoas presas nesta operação, dentre elas as irmãs proprietárias dos imóveis, o vulgo elemento "Meia Noite" e a filha da Vilma, chamada de Jade, responderam pelos crimes de Tráfico de Drogas, Associação para o Tráfico, Formação de Quadrilha Armada e Posse Irregular de Arma de Fogo.

O Delegado reafirma o compromisso com a sociedade penedense, salientando que Penedo alcança hoje a marca de 98 (noventa e oito) dias sem registros de Homicídios Dolosos, fato que deve ser comemorado dia a dia por todos que fazem parte da Segurança Pública em nosso município.

 

Divulgação: 7ª DRP

Autor: Redação

Fonte: Assessoria 7ª DRP