Polícia

Polícia prende nove e desarticula quadrilha acusada de roubos em Piranhas

06/09/2012 08h30
Entre os detidos, um confessou ter atirado em um hospede durante o assalto a uma pousada, no bairro Xingó.
Polícia prende nove e desarticula quadrilha acusada de roubos em Piranhas

Uma ação conjunta da policial civil e polícia militar, denominada Operação Bacurau, dentro do programa Brasil Mais Seguro-Alagoas, foi deflagrada nas primeiras horas desta quinta-feira (6), na cidade de Piranhas, resultou na prisão de nove pessoas, oito delas acusadas de participar do assalto a Pousada São Paulo, ocorrido em 25 de junho deste ano, onde um hospede foi atingido com um tiro na perna.

Foram presos Josué de Souza Cavalcante Júnior, (Juninho), 22, Magno José Alves da Silva, 23, Clerison de Melo Bezerra, “Pakinha”, 27, Alessandro Machado da Silva, “Lelê”, 23, Marcos Pereira Izidoro, “Neguinho”, 19, Farney Henrique Dória da Silva, 30, acusado de ser o líder da quadrilha, José Gregório da Silva, “Gibi”, 55, e Vinicius Ferreira da Silva, “Boca”, 22, encontrado com um aparelho de som levado durante o assalto a Pousada São Paulo. Ele confessou ter efetuado um disparo de espingarda calibre 12 contra o hospede ferido na ação criminosa.

A quadrilha é acusada de vários roubos na região. Com os membros foram apreendidos duas espingardas calibre 12, três revólveres 38, munições e três motocicletas: Honda Fan com queixa de roubo em Maceió, CG 150 proveniente de roubo em Inhapi e uma Honda Broz subtraída em Piranhas, estas duas últimas com chassi adulterados.

Durante a ação policial o vigilante Francisco de Assis dos Santos, 21, também foi preso portando um revólver calibre 38. Todos os presos foram levados para a delegacia regional de Delmiro Gouveia.

Os mandados de busca, apreensão e prisão temporária foram expedidos pelo juiz titular da comarca de Piranhas, John Silas da Silva, que teve o parecer da promotoria local.

A operação foi coordenada pelo Diretor Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA1), Robervaldo Davino com a participação dos delegados regional de Delmiro Gouveia Rodrigo Cavalcanti e Antônio Barros (Piranhas) com o apoio do Coronel Fontes, comandante do 9º Batalhão de Polícia e o Tenente Macêdo, também do 9º BPM.

Participaram da ação policial cerca de 30 policiais do Tático Integrado Grupo de Repressão Especial (Tigre), Rádio Patrulha (RP), Pelotão de Operações Especiais (Pelopes), Grupamento de Olho D’água do Casado, sob o comando do Sargento Jalves, e agentes da polícia civil de Piranhas de Delmiro Gouveia.

Relacionada

    Bandidos invadem pousada, realizam arrastão e atiram em hóspede em Piranhas
   

Autor: Jota Silva com Ítallo Timóteo

Fonte: cadaminuto