Polícia

Perícia aponta causas de explosão de fogos de artifício que matou homem em Ibateguara, AL

29/10/2021 17h22
Acidente ocorreu no dia 28 de agosto, dentro de uma residência. Imóvel foi incendiado e o proprietário morreu asfixiado pela fumaça
Perícia aponta causas de explosão de fogos de artifício que matou homem em Ibateguara, AL

A explosão em uma casa que armazenava fogos de artifício indevidamente em Ibateguara, Zona da Mata de Alagoas, foi causada por envelhecimento de pólvora armazenada indevidamente, segundo a perícia realizada pelo Instituto de Criminalística (IC). O resultado foi divulgou nesta sexta-feira (29).

O acidente aconteceu na Rua José Alves, no dia 28 de agosto. A casa foi incendiada e o seu proprietário, Joseildo Valdivino da Silva, de 32 anos, que estava no momento da explosão, morreu asfixiado pela fumaça (asfixia causada por meio físico-químico decorrente de monóxido de carbono). Um carro que estava na garagem da casa foi destruído pelo fogo.

De acordo com o perito criminal Gerard Deokaran, especialista em explosivos do Instituto de Criminalística, amostras de diferentes tipos de artefatos explosivos foram coletadas no local dos exames periciais. O material recolhido foi encaminhado e analisado no Laboratório de Química Forense do IC.

“Coletei 8 tipos de amostras diferentes que geraram 10 laudos periciais complementares e que serviram de base para a conclusão da perícia de local que constatou o indevido armazenamento. Essas análises mostraram também que havia material explosivo envelhecido que sofreu reação de decomposição, deixando o explosivo mais instável”, afirmou.

Os 10 laudos periciais serão anexados ao inquérito policial que apura o caso.

O perito disse ainda que os primeiros trabalhos no local da explosão foram realizados pelo Esquadrão de Bombas do Bope de Alagoas, pela guarnição comandada pelo 3º sargento Wilson. A equipe da PM conseguiu preservar ao máximo o local para que os exames periciais fossem realizados e repassou dados da cena de crime.

“Isso se deve ao treinamento e qualificação dos técnicos explosivistas do estado que receberam no ano passado instruções da Perícia Oficial sobre procedimentos pós incidentais em ocorrências com explosivos e preservação de local de crime. Esse alinhamento com o Esquadrão de Bombas Bope, permite a maior preservação das provas e um trabalho mais técnico das duas instituições”, disse.

Perícia em amostras de explosão em casa de fogo de artifícios em Ibateguara, Alagoas  — Foto: Ascom/Perícia Oficial de Alagoas

Amostras de explosão em casa de fogo de artifícios em Ibateguara, Alagoas, são periciadas pelo Instituto de Criminalística — Foto: Ascom/Perícia Oficial de Alagoas

Perícia em amostras de explosão em casa de fogo de artifícios em Ibateguara, Alagoas  — Foto: Ascom/Perícia Oficial de Alagoas

Amostras de explosão em casa de fogo de artifícios em Ibateguara, Alagoas, são periciadas pelo Instituto de Criminalística — Foto: Ascom/Perícia Oficial de Alagoas

Autor:

Fonte: g1.globo.com