Polícia

Número de roubos e furtos explode na região central

30/05/2017 04h37
Aumento de 2,6% na capital
Número de roubos e furtos explode na região central

Os números de roubos e furtos tiveram uma explosão em cinco distritos policiais da região central entre janeiro e abril deste ano, na comparação com igual período de 2016.

Os dados, da própria Secretaria da Segurança Pública, sob a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB), mostram que os crimes contra o patrimônio tiveram um crescimento muito acima da média da capital no centro.

Os roubos em geral tiveram aumento de 2,6% na capital como um todo.

Já na área compreendida pelo 1º DP (Sé), 2º DP (Bom Retiro), 3º DP (Campos Elíseos), 4º DP (Consolação) e 77º DP (Santa Cecília), o crescimento foi de 29,5%. Na mesma área, o aumento nos furtos foi de 32%. Na capital, 10%.

Na cidade como um todo, os roubos e furtos de veículos tiveram queda (-9,1% e -4,7%, respectivamente).

Nesses cinco distritos da região central, porém, houve alta acentuada de janeiro a abril, de 35,7% e 35,1%, respectivamente.

Resposta

A Secretaria da Segurança Pública, sob a gestão Geraldo Alckmin (PSDB), diz que, entre janeiro e abril, somente em operações realizadas pela 1ª Delegacia Seccional (centro), 318 pessoas foram presas.

No período, a unidade recuperou 521 celulares roubados e furtados.

"Cabe destacar que houve queda nos índices de crimes contra o patrimônio no último mês na capital. Na cidade, houve redução de 1,06% nos registros de roubos em abril –de 12.767 para 12.632. Também foi verificada uma redução de 1,97% nos furtos em geral, de 14.791 para 14.499", afirma, em nota.

A secretaria diz que o patrulhamento preventivo e operações especiais são planejados pelas polícias com base em critérios como populações residente e flutuante, além de índices criminais.

"As regiões centrais, por registrarem grande fluxo de pessoas, possuem uma incidência maior de crimes contra o patrimônio, como os roubos e furtos."

Segundo a secretaria, a PM recebeu 92 novos policiais para reforçar o policiamento na área.

Autor: William Cardoso

Fonte: agora.uol.com.br