Polícia

Jovem assassinada e jogada no lixo é identificada

01/06/2012 04h26
Jovem assassinada e jogada no lixo é identificada
Após ser assassinada por, supostamente, denunciar um traficante, a mulher morta na manhã desta quarta-feira, dia 30, na Grota do Moreira, Jacintinho, e que a polícia acreditava se tratar de uma moradora de rua foi identificada. De acordo com dados contidos no relatório do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), a jovem de apenas 19 anos é Aedja dos Santos Alcântara, que residia no Loteamento Bariloche, no Feitosa. Na manhã de ontem a equipe do Alagoas24horas esteve na Grota e constatou a morte da jovem, assassinada com quatro tiros. As balas teriam perfurado o braço esquerdo, tórax e o pescoço de Aedja. Na ocasião, moradores teriam dito à polícia que a vítima era moradora de rua e conhecida pela alcunha de ‘Patrícia’. Também foram populares que relataram aos policiais que a jovem teria apanhado de um traficante e denunciado ele em seguida. A suposta denúncia teria acarretado na prisão do traficante. De posse das informações, o acusado – preso pela Central de Polícia - teria se tornado o principal suspeito da autoria intelectual do crime. Com a identificação da vítima a polícia espera obter novas informações que levem à autoria material e intelectual do assassinato. A polícia também investiga se há ligação entre a vítima e o traficante, porém outras linhas de investigação não foram descartadas. Por: Alagoas 24h

Autor: Raul Rodrigues