Polícia

Em novo atentado, homem morre e dois são baleados na fronteira, entre eles vereador de cidade paraguaia

13/10/2021 17h28
Esta é a sétima morte registrada em menos de uma semana na região de fronteira entre Brasil e Paraguai.
Em novo atentado, homem morre e dois são baleados na fronteira, entre eles vereador de cidade paraguaia

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas em um novo atentado na manhã desta quarta-feira (13), em Capitán Bado, município vizinho a Coronel Sapucaia, cidade sul-mato-grossense na região de fronteira entre Brasil e Paraguai. Entre os baleados está o vereador do município paraguaio, Ismael Valiente, e um idoso de 84 anos.

Em menos de uma semana, essa é a sétima morte registrada na região de fronteira. Tanto a polícia paraguaia, quanto a brasileira reforçaram a segurança local.

De acordo com informações do Secretario de Segurança Pública de Ponta Porã, Marcelino Nunes, o crime ocorreu por volta das 11h. Juan Bosco Gomez, que não teve a idade divulgada, foi morto com tiros na cabeça e no tórax. Além do vereador, o idoso Hermenegildo Lopez, de 84 anos, ficou ferido.

Uma ocorrência registrada sobre o caso indica que o vereador Ismael Valiente foi ferido do lado esquerdo do corpo, já o idoso tinha ferimentos nas pernas. Ismael foi socorrido e encaminhado com escolta da paraguaia até um hospital em Pedro Juan Caballero.

Série de crimes

Após os série de homicídios registrados nos últimos cinco dias na fronteira, o governo paraguaio anunciou um convênio entre Brasil e Paraguai para garantir segurança na região. O anúncio foi feito pelo ministro do interior do Paraguai, Augusto Giuzzio, e confirmado pelo secretário de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp), Antônio Carlos Videira.

Outras seis pessoas foram executadas nos últimos seis dias na região de fronteira entre Brasil e Paraguai. Entre as vítimas estão:

 

  • Hugo Ronaldo Acosta, de 32 anos, policial paraguaio, executado na terça-feira (12).
  • Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, governador do estado de Amambay, no Paraguai, executada no sábado (9);
  • Omar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos. Conhecido como "Bebeto", foi atingido por 31 tiros, no sábado (9);
  • Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos. Natural de Dourados, foi morta com 14 tiros, no sábado (9);
  • Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, morta com 10 tiros, sábado (9);
  • Farid Charbell Badaoui Afif, de 37 anos, vereador de Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense vizinha à paraguaia Pedro Juan Caballero, morto na sexta-feira (8).

 

As policiais paraguaia e brasileira investigam os crimes.

Autor: Luana Ribeiro, G1 MS

Fonte: g1.globo.com