Polícia

Caso Bárbara: Polícias cumprem mandados e detém 3 em Murici

10/10/2012 09h02
Segundo a assessoria da Polícia Civil de Alagoas, os mandados foram cumpridos em cinco fazendas localizadas na zona rural da cidade.
Caso Bárbara: Polícias cumprem mandados e detém 3 em Murici

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos no início da manhã desta quarta-feira, dia 10, na cidade de Murici. Agentes da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic) procuravam o local onde o principal suspeito no desaparecimento da universitária Bárbara Regina, Otávio Cardoso da Silva, estaria escondido.
Segundo a assessoria da Polícia Civil de Alagoas, os mandados foram cumpridos em cinco fazendas localizadas na zona rural da cidade. Participaram da operação equipes da Deic, Tigre (Tático Integrado de Grupamento de Resgates Especiais), com o apoio do Bope (Batalhão de Operações Especiais).
Várias casas localizadas nas fazendas foram vistoriadas, mas Otávio não teria sido encontrado em nenhuma delas. Três pessoas foram detidas pela Polícia Civil de Alagoas e serão ouvidas pelo delegado Antônio Nunes, da Seção Antissequestro.
Os mandados foram cumpridos após informações chegadas através de denúncias, que apontavam que Otávio estaria escondido na região. “As investigações continuam e quem tiver informações sobre a localização do acusado ou esclarecimento do caso, contribuam ligando para o Disque Denúncia no 181”, solicitou o delegado.
Caso
Bárbara Regina Gomes da Silva, de 21 anos, está desaparecida desde o dia 1° de setembro após sair acompanhada de uma boate por volta das 3h. Durante investigação, a Polícia Civil concluiu que a jovem teria sido assassinada por Otávio Cardoso da Silva Neto, 25.
Otávio teria contato a um amigo que havia enforcado Bárbara e, em seguida, dado algumas punhaladas no peito da jovem. O crime teria sido motivado pelo fato da jovem se negar a ter relações sexuais com o acusado.
Otávio é considerado foragido da polícia e foi reconhecido por uma vítima de tentativa de estupro. A mulher procurou a polícia após reconhecê-lo pelas fotos divulgadas pela imprensa. A jovem conseguiu fugir do estupro.

Autor: Flávia Duarte

Fonte: Alagoas 24hs