Polícia

Agência dos Correios muda atendimento para prevenir ataques

20/06/2012 06h55
Agência dos Correios muda atendimento para prevenir ataques
Após sofrer três assaltos somente este ano, funcionários da agência dos Correios do município de Joaquim Gomes estão adotando nova forma de atendimento ao cliente para evitar outros ataques. Na manhã desta terça-feira, 19, moradores da cidade se surpreenderam ao perceber que o atendimento está sendo feito através de uma janela da porta lateral da agência. Por medida de segurança dos funcionários da agência dos Correios e do Banco do Brasil, que funciona como banco postal, o prédio ficará com as portas fechadas e os clientes terão que esperar na rua. O sistema de atendimento acabou gerando polêmica entre os usuários do serviço, que continuam amedrontados com a possibilidade de novos ataques. Moradores contam que estão com medo de ficar na fila com dinheiro esperando para pagar as contas e também têm que enfrentar o sol e a chuva. Além disso, uma das reclamações diz respeito à demora no atendimento. “Eu preciso fazer um depósito e estou sentindo dificuldade, já que as portas fechadas a gente tem que esperar o atendimento que ficou ainda pior”, Contou Maciel Nascimento Balbino, 28 anos. Em contato com o site JG Notícias a assessoria de comunicação da empresa confirmou que o novo sistema de atendimento é um plano preventivo para conter os assaltos na agência. A empresa teria determinado que a agência permanece de portas fechadas e cada cliente é atendido separadamente. A ideia é que toda a movimentação ocorra do lado de fora do prédio onde funciona a agência. Além disso, as películas fumês foram retiradas dos vidros para das portas e janelas. A medida será mantida até que o plano de segurança dos governos Federal e Estadual entre em vigor. Assaltos Somente este ano foram assaltadas 46 agências dos Correios em Alagoas. O último caso foi registrado no município de Anadia, no dia 15. Informações repassadas por militares lotados do Grupamento Militar da cidade dão conta que apenas um homem, portando arma de fogo, teria executado a ação. Um funcionário que estava na agência no momento do roubo foi rendido e obrigado a repassar o dinheiro da agência. O prédio ficou trancado durante cerca de 15 minutos, enquanto o algoz realizava o assalto. A polícia informou ainda que o acusado fugiu do local a pé. Por: Alagoas 24 horas  

Autor: Thiago Sobral