Polícia

Acusado de matar jovens em Coruripe fará concurso da PM

29/09/2012 08h48
Copos de adolescentes foram encontrados num canavial
Acusado de matar jovens em Coruripe fará concurso da PM

O desembargador Orlando Manso liberou Raphael Lima de Oliveira – principal suspeito de ter raptado e assassinado as adolescentes Maria Eduarda dos Santos, de 14 anos, e Cinthia da Silva Santos, de 15, em Coruripe – para fazer o concurso da Polícia Militar, que acontece neste domingo (30), em Maceió.
A autorização que deu direito de o candidato fazer a prova foi concedida na tarde desta sexta-feira (28). A informação foi confirmada pelo advogado Raimundo Palmeira que, junto ao advogado Leonardo Moraes, faz a defesa do acusado. Segundo ele, Raphael já havia feito a inscrição para o concurso da PM antes de ser acusado pelo desaparecimento e morte das adolescentes em Coruripe.
Além disso, explicou o advogado, deve ser mantido o princípio constitucional da inocência. "Devemos levar em conta que qualquer cidadão pode ser acusado de alguma coisa. Por isso, o Estado garante o direito de, enquanto não for provada a culpabilidade, esse indivíduo não sofra sequelas que sejam irreparáveis pelo resto da vida. Por isso ele tem o direito a fazer o concurso", explicou, confirmando que tudo segue dentro da legalidade
Raphael prestará concurso para o cargo de Oficial Combatente e deve chegar ao prédio do Cesmac, antigo Colégio Guido, sob escolta da Polícia Civil, como foi solicitado pelo Tribunal de Justiça, em ofício, enviado à Delegacia-Geral. Além da escolta policial, o acusado deverá fazer prova numa sala isolada e ficar sob vigilância policial todo o tempo
Caso seja aprovado no concurso, o principal acusado de ter raptado e assassinado duas adolescentes em Coruripe, em maio deste ano, só assumirá o cargo se for considerado inocente das acusações que lhe pesam.
No mês de junho, o desembargador Orlando Manso já tinha dado um parecer favorável a Raphael, quando concedeu habeas corpus que o colocaria em liberdade. O acusado só não saiu da prisão porque um novo decreto de prisão, assinado pelo juiz da comarca de Coruripe, Sóstenes Alex de Andrade, o acusava de ser o mandante de outro homicídio.
Raphael Lima de Oliveira é acusado de ter assassinado duas adolescentes em Coruripe. Os corpos das duas foram encontrados nas terras da usina Guaxuma, zona rural do município, após uma denúncia anônima, no dia 19 de maio. Elas haviam desaparecido cinco dias antes. Na época, o delegado José Sales informou que o caso seria investigado como sequestro seguido de morte.
Dois suspeitos foram detidos pela Polícia Civil, entre eles Raphael Lima, apontado com envolvimento em crimes de estupro na região.

Autor: Flávia Batista

Fonte: Tudonahora