Notícias

Edição 2022 do Festival de Música de Penedo abre espaço para trabalho autoral

21/06/2022 15h09
Evento consolidado na agenda cultural de Alagoas acontece de 19 a 22 de outubro
Edição 2022 do Festival de Música de Penedo abre espaço para trabalho autoral

A edição 2022 do Festival de Música de Penedo tem novidades, começando por sua identidade visual e a inclusão de trabalho autoral que prevê a seleção 40% das músicas de artistas de Penedo.

“É uma excelente oportunidade para nossos artistas mostrarem seu talento, com repertório próprio, criando letra e música que será divulgada pelo YouTube, com apresentação no palco do nosso antigo cinema São Francisco, reinaugurado com show de Elba Ramalho”, frisa a Secretária Municipal de Cultura, Aliny Costa.

A 1ª Mostra de Música Autoral do Velho Chico está agendada para 21 de outubro, no Centro de Convenções e Eventos Comendador Zeca Peixoto, com transmissão ao vivo no canal do YouTube do Festival de Música de Penedo.

A iniciativa que busca estimular e difundir a produção musical autoral de vários gêneros incentiva a participação de artistas penedenses maiores de 18 anos e com residência comprovada no município há, pelo menos, um ano completado até a data da inscrição.

Vale lembrar que os compositores participantes receberão cachê no valor de R$ 400,00 por música selecionada, podendo ser até duas por artista, informa a Universidade Federal de Alagoas (UFAL) na notícia divulgada nesta terça-feira, 21.

As inscrições para a Mostra Autoral Velho Chico são gratuitas e estarão abertas em breve, com prazo até as 23h59 do dia 29 de junho, clicando aqui, na aba inscrições.

A semente do Festival de Música de Penedo foi lançada em 2009, com a Jornada Pedagógica para Músicos de Banda (JPMB), iniciativa que tornou-se projeto de extensão coordenado por Marcos Moreira, professor do curso de licenciatura em Música da Universidade Federal de Alagoas.

O trabalho está consolidado e incluído no calendário cultural de Alagoas e de Penedo, sendo realizado por meio de parceria entre Ufal, Prefeitura de Penedo, Centro de Musicologia de Penedo (Cemupe), Sebrae e Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Autor: Fernando Vinícius - jornalista Secom - PMP

Fonte: Secom-PMP