José Evaldo dos Santos Monteiro
Vereador de PenedoJosé Evaldo dos Santos Monteiro

Vereador Valdinho Monteiro vai de apoio às justas críticas ao pedido de coerência nas palavras de colegas

Valdinho Monteiro fez várias citações obras realizadas ou se realizando, explicando que algumas delas necessitam de mais dinheiro para o seu término. Caso do Ouro Verde.

Vereador Valdinho Monteiro vai de apoio às justas críticas ao pedido de coerência nas palavras de colegas

O vereador Valdinho Monteiro, utilizando a tribuna da Casa de Leis na sessão ordinária da última quinta-feira, 09/05, na sede do Poder Legislativo de Penedo, expressou seu apoio às justas críticas dos colegas em relação ao pedido de coerência quanto às duras palavras dirigidas ao governo, com um sabor de "reconhecimento".

Em sua intervenção, Valdinho Monteiro destacou a semana marcada por tristes notícias sobre os alagamentos e enchentes devido ao aumento nos níveis dos rios no Rio Grande do Sul, assim como a concentração das chuvas em poucos dias nas cidades vizinhas de Coruripe, Feliz Deserto, Jequiá e Penedo, incluindo o Povoado Pindorama, onde as pessoas perderam tudo, resultando em situações gravíssimas para os afetados.

Ele citou as palavras do colega Denys Reis como fonte de análise das cobranças feitas pelos senhores edis, prevendo que a proximidade da quadra chuvosa exigia mais empenho da Secretaria de Serviços Públicos para resolver questões menores antes que as chuvas causassem tantos transtornos. Tanto ele quanto seus colegas não foram ouvidos, embora reconhecessem que algumas ações desenvolvidas conseguiram minimizar os danos se comparadas aos anos anteriores.

Valdinho mencionou a chegada de um novo secretário para a pasta e expressou sua esperança em um novo comportamento com André França à frente da SMSP - Secretaria Municipal de Serviços Públicos -, por ser mais acessível e responder às ligações ou mensagens enviadas pelos vereadores. Ele compartilhou a expectativa, conforme as palavras do colega Irmão João, de que assim que o tempo melhorasse, obras seriam realizadas para evitar ou minimizar ainda mais transtornos como os vividos atualmente, e que era necessário trabalhar para melhorar as condições nos pontos de alagamentos.

Devido à sua origem na zona rural, Monteiro enfatizou que as condições lá são ainda mais graves, com estradas vicinais destruídas e áreas isoladas, como a Capela que conecta ao povoado da Várzea da Maribuba, e riachos que, juntamente com as águas das chuvas, isolam povoados inteiros.

Entretanto, o vereador passou a cobrar dos colegas coerência com relação às palavras dirigidas àqueles que fizeram parte do governo ou ao executivo, considerando o tanto que já foi realizado em Penedo nos últimos três anos. Ele mencionou várias grandes obras já realizadas e as que estão por vir, incluindo pavimentação asfáltica ou de paralelepípedos nos povoados, representando uma redenção para aquelas comunidades. Ele afirmou: "Reclamações sempre existirão, pois sempre haverá mais pedidos. Mas deixar de reconhecer o que foi feito é falta de coerência".

Valdinho Monteiro finalizou suas palavras mencionando a chegada de mais de R$ 2 milhões para a Santa Casa de Penedo, enviados pelo deputado federal Arthur Lira, um parceiro do vereador e de Penedo em todos os momentos de agonia enfrentados pelo município.

Creditos: Assessoria