Mundo

Obra desaba e fere dois em Cumbica

03/12/2011 05h53
Obra desaba e fere dois em Cumbica

Parte da estrutura do novo terminal de passageiros do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande SP), desabou e feriu dois funcionários que trabalhavam na obra, na tarde de ontem.

O acidente ocorreu no momento em que o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, anunciava que o novo terminal do aeroporto de Guarulhos seria inaugurado no dia 20 de dezembro.

Tanto a Delta Construção, responsável pela obra, quanto o governo afirmaram ontem, após o desabamento, que não era possível dizer se essa data de inauguração será mantida.

Segundo a Delta Construção, uma parte da estrutura auxiliar de sustentação dos dutos de ar-condicionado cedeu na obra do novo terminal. Dois operários sofreram escoriações leves e foram atendidos pela equipe médica do aeroporto.

Dezenas de homens trabalhavam no local quando o acidente ocorreu. Um deles, que preferiu não se identificar, disse que as estruturas que caíram eram as dos antigos galpões de carga da Transbrasil e da Vasp, e não a parte que está sendo ampliada. "Nós já tínhamos percebido que a estrutura estava abrindo, entortando.

A conversão em terminal dos galpões, que eram da Transbrasil e da Vasp, foi a forma achada pelo governo para ampliar a capacidade do maior aeroporto do país enquanto o terceiro terminal de passageiros não começa a ser construído.

A estrutura amplia a capacidade de embarque dos atuais 20,5 milhões de passageiros para 26 milhões.

Emergência

A obra no aeroporto internacional foi contratada em caráter de emergência em julho deste ano, sem a realização de uma licitação.

Para justificar essa contratação, o ministro Wagner Bittencourt, e o presidente da Infraero (estatal que administra os aeroportos), Gustavo do Vale, disseram que, sem a obra, haveria caos aéreo no fim do ano.

A Delta Construção e a Infraero informaram que estão apurando as causas do desabamento da estrutura do terminal.

 

Folha de S.Paulo e Folha.com

Autor: Redacao I