Mundo

Obra de Cássia Eller é relançada em caixa especial

29/12/2011 05h28
Obra de Cássia Eller é relançada em caixa especial

Dezembro de 2001. No dia 29, o Brasil inteiro foi surpreendido com uma triste notícia: Cássia Eller havia nos deixado precocemente, aos 39 anos.

Dez anos depois de sua morte, músicos e fãs ainda sentem a lacuna que ela deixou na música popular brasileira.

Entre os lançamentos que a homenageiam, chega às lojas "Caixa Eller", com nove discos remasterizados e o DVD "Violões".

"A gente descobriu que a Cássia era muito tímida e doce. Toda aquela ousadia era uma capa que ela assumia quando subia ao palco. Ela também era uma ótima mãe", diz Ana Cláudia Landi, autora da biografia "Apenas uma Garotinha" (2005, editora Planeta), escrita em parceria com Eduardo Belo.

Ana Cláudia ressalta que a hipótese de overdose, cogitada quando a morte da cantora foi noticiada, foi descartada pela perícia, mas que o laudo final foi inconclusivo.

"Ela sofria de febre reumática desde os dez anos, vinha de um quadro de problemas crônicos. Se tivesse um estilo de vida mais saudável, talvez não tivesse morrido, mas o laudo definitivo mostrou que ela só havia ingerido um pouco de álcool, nada que pudesse provocar a sua morte."

 

Agora.com

 

Autor: Redacao I