Mundo

Novos casos de Covid dobram na África do Sul em um dia

02/12/2021 07h07
Foram registrados 8.561 casos na quarta-feira, contra 4.373 no dia anterior, de acordo com estatísticas oficiais. Taxa de positividade nos testes foi de 16,5%, enquanto no início de novembro era de apenas 1%; especialistas dizem que é cedo para ter certeza se culpa é da variante ômicron, mas é muito possível.
Novos casos de Covid dobram na África do Sul em um dia

Os novos casos de Covid-19 na África do Sul praticamente dobraram em um dia, relataram as autoridades nesta quarta-feira (1º), sinalizando um aumento dramático no país onde os cientistas detectaram a variante ômicron na semana passada.

Os novos casos confirmados aumentaram para 8.561 na quarta-feira, contra 4.373 no dia anterior, de acordo com estatísticas oficiais.

Cientistas na África do Sul disseram que estão se preparando para um rápido aumento nos casos de Covid após a descoberta da nova variante ômicron.

“Há uma possibilidade de que realmente veremos uma séria duplicação ou triplicação dos casos à medida que avançamos ou conforme a semana se desenrola”, disse o Dr. Nicksy Gumede-Moeletsi, virologista regional da Organização Mundial de Saúde, â agência Associated Press.

“Existe a possibilidade de vermos um grande aumento no número de casos identificados na África do Sul”, acrescentou.

A África do Sul viu um período de baixa transmissão no início de novembro, com uma média de cerca de 200 novos casos por dia em 7 dias, mas em meados de novembro os novos casos começaram a aumentar rapidamente.

Os novos casos relatados na quarta-feira representam uma taxa de positividade de 16,5% dos casos testados, ante uma taxa de 1% no início de novembro.

O aumento anterior da África do Sul, impulsionado pela variante delta, em junho e julho, viu novos casos diários atingirem um pico de mais de 20 mil. Com uma população de 60 milhões de pessoas, a África do Sul registrou mais de 2,9 milhões de casos de Covid, e quase 90 mil mortes.

É muito cedo para ter certeza de que a variante ômicron é responsável pelo aumento dos casos, mas é muito possível, dizem os especialistas. Os testes de PCR padrão podem sugerir que um caso positivo é causado por ômicron, mas apenas um sequenciamento genético completo pode confirmá-lo.

Laboratórios na África do Sul e Botswana estão fazendo sequenciamento genômico urgente para estudar casos de ômicron, a fim de ver se a variante é significativamente mais transmissível, causa casos mais graves de Covid ou se foge da proteção da vacinação, disse Gumede-Moeletsi.

As hospitalizações por Covid também estão aumentando na África do Sul, mas não como a taxa dramática de novos casos.

A variante ômicron foi detectada em cinco das nove províncias da África do Sul e foi responsável por 74% dos genomas do vírus sequenciados em novembro, anunciou o Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis do país na quarta-feira.

A primeira detecção da variante na África do Sul pode ter sido em 8 de novembro na província de Gauteng, de acordo com dados divulgados pelo instituto. Segundo ele, até o final de outubro, a variante delta respondia pela maioria dos genomas sequenciados no país, mas em novembro a variante ômicron a ultrapassou.

Autor: Associated Press

Fonte: g1.globo.com