Mundo

Expansão do Canal de Suez deve terminar em julho de 2023, diz presidente de órgão responsável

16/01/2022 18h01
Importante canal comercial da África está passando por modernizações para aumentar capacidade local.
Expansão do Canal de Suez deve terminar em julho de 2023, diz presidente de órgão responsável

Um projeto para expandir partes do Canal de Suez deve ser concluído após dois anos de trabalho em julho de 2023, disse o presidente da Autoridade do Canal de Suez (SCA, na sigla em inglês) neste domingo (16).

A SCA anunciou planos acelerados para estender um segundo canal e ampliar um já existente depois que o navio porta-contêineres Ever Given encalhou e bloqueou a hidrovia por seis dias no ano passado.

O cargueiro de 400 metros Ever Given ficou preso diagonalmente no Canal de Suez em 23 de março por quase uma semana, causando o bloqueio de uma das principais rotas marítimas comerciais do mundo — Foto: Getty Images/BBC

"O projeto será concluído em 24 meses. Começamos em julho de 2021 e se Deus quiser terminaremos em julho de 2023", disse o presidente Osama Rabie durante um evento em Dubai.

 

Os navios passam pelo canal em comboios, e a extensão da segunda pista aumentaria a capacidade em seis navios, disse Rabie, sem dar mais detalhes.

Os 30 km mais ao sul do canal, onde o Ever Given encalhou, devem ser alargados 40 metros para leste e aprofundados em mais alguns pés, de acordo com planos anunciados anteriormente.

"Isso melhorará a navegação de navios em 28% nesta parte difícil do canal", disse Rabie.

"A Autoridade do Canal de Suez e suas empresas estão desenvolvendo todo o projeto", disse ele.

 

Questionado sobre os embarques de combustível ou petróleo iraniano que passam pelo Canal de Suez, apesar das sanções dos EUA às vendas de petróleo iraniano, ele disse: "Não há discriminação quando se trata de uma bandeira de país em navios, e o petróleo iraniano passa pelo canal".

Autor: Reuters

Fonte: g1.globo.com