Geral

Tabagismo prejudica as artérias coronárias de jovens e adultos, diz estudo

29/08/2012 05h19
O hábito aumenta em três vezes as chances de um enfarte, mesmo a uma pequena quantidade diária de tabaco
Tabagismo prejudica as artérias coronárias de jovens e adultos, diz estudo

 

No Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado nest quarta-feira (29/8), o principal alerta é enviado aos adolescentes. Pesquisa apresentada nesta semana no Congresso 2012 da Sociedade Europeia de Cardiologia mostra que os jovens fumantes já apresentam paredes das artérias coronárias mais espessas mesmo quando o fumo é um hábito recente. O diagnóstico indica um desenvolvimento precoce da aterosclerose — doença crônica progressiva que pode ocasionar a obstrução de vasos sanguíneos e, consequente, a ocorrência de enfartes, derrames e insuficiência renal.

A relação entre o fumo e as doenças cardíacas é antiga. O hábito aumenta em três vezes as chances de um enfarte, mesmo a uma pequena quantidade diária de tabaco, como cinco cigarros por dia. Segundo a coordenadora do Grupo de Cardiologia Pediátrica Preventiva do Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul, Lúcia Pellanda, na década de 1950, estudos de autopsia dos soldados envolvidos na Guerra da Coreia mostravam certa lesão nas artérias coronárias em jovens de 18 anos. Ainda assim, até então, o fumo era considerado altamente degenerativo às artérias em adultos, mas pouco se sabia sobre o impacto da exposição à fumaça do tabaco na saúde cardiovascular de adolescentes.

Autor: Bruna Sensêve

Fonte: Correio brasiliense