Geral

Pane corta energia e oxigênio de pacientes na Santa Casa de Jacareí

31/08/2012 14h45
De acordo com a Secretaria de Saúde curto-circuito causou problema. Por precaução, pacientes foram transferidos para outros hospitais da região.
Pane corta energia e oxigênio de pacientes na Santa Casa de Jacareí

Um curto-circuito causou falta de energia elétrica e queda no oxigênio dos pacientes da Santa Casa de Jacareí durante a madrugada desta sexta-feira (31).

Quatro pessoas que estavam na UTI foram transferidas para outros hospitais da cidade e 11 pacientes da enfermaria foram encaminhados para unidades hospitalares de São José dos Campos. Os traslados ocorreram durante a madrugada e a manhã. Segundo a prefeitura, a medida foi preventiva.

A técnica em Segurança do Trabalho, Aline Gabriela de Souza, foi até a portaria da Santa Casa levar um tubo de oxigênio para tio que estava internado. Segundo ela, a cuidadora que estava com ele ligou para a família avisando do problema. “Meu tio estava dormindo e a cuidadora ligou às 5h30 falando que havia acabado o oxigênio, que não tinha mais. Então, eu falei que ia trazer nosso e a gente trouxe e agora barrou”, contou.

Os funcionários contam que desde as 22h da noite desta quinta-feira (30), a unidade é abastecida por um gerador. “Foi muito tenso e a gente pensava nos pacientes. A gente não podia fazer nada, porque desligou, desligou, não tem como ligar nada”, relatou a auxiliar de enfermagem, Elizete Lima.

Por volta das 9h desta sexta, um caminhão da EDP Bandeirante foi até a Santa Casa. A empresa negou o corte de energia, mas de acordo com os funcionários, os técnicos foram embora e a luz não voltou.

Causa
O secretário de Saúde de Jacareí, Antônio de Paula Soares, a ocorrência se deu devido a um problema iminentemente técnico. “Houve um curto na caixa de disjuntor, justamente no disjuntor da usina de oxigênio. O gerador imediatamente entrou, não faltou energia no hospital e não faltou oxigênio. Acabou o oxigênio da usina, mas ele foi suprido por oxigênio do torpedo, que o hospital tem esse oxigênio de reserva e continua tendo. O hospital tem oxigênio só que nos estamos deixando para os casos de emergência”, explicou.

Sem transferências
A secretaria de Saúde informou ainda que o tio de Aline Souza não precisou do oxigênio levado pela família e ele continua internado.

A pasta disse ainda que não há previsão de novas transferências de pacientes. O hospital continua funcionando com oxigênio reserva, já o abastecimento de energia, segundo a secretaria de Saúde, foi normalizado.

Autor: Redação

Fonte: G1