Geral

Lixo se acumula em hospital penedense

26/10/2012 04h25
De acordo com o diretor da unidade acumulo foi gerado pela desativação da Unidade de Emergência da cidade
Lixo se acumula em hospital penedense

A população da cidade de Penedo esta preocupada com a quantidade de lixo por trás do Hospital Regional, que de acordo com denúncias feitas à imprensa local, se acumula a mais de três meses no local.

De acordo com informações prestadas por funcionários do Hospital Regional o lixo acumulado foi gerado pela Unidade de Emergência (UE) Antonio de Jesus, desativada dias depois da abertura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Penedo.

Segundo o diretor da Unidade, Dr Luiz Renato, a falta de comunicação gerou o acúmulo do lixo depois da transferência dos serviços da UE para a UPA, uma vez que as bombonas plásticas destinadas ao acúmulo do lixo hospitalar foram colocadas em local destinado ao recolhimento dentro da área externa da UPA, e o transporte para destino final realizado pela empresa responsável, prosseguiu normalmente todas as segundas-feiras.

No local, seringas com agulhas podem ser facilmente percebidas no chão, algo que põe em risco a saúde e integridade física de inúmeros pacientes que transitam pelo local, principalmente os que necessitam dos serviços de fisioterapia nas proximidades da área em que os sacos plásticos estão espalhados.

De acordo com a secretária de saúde, Geonice Peixoto, o problema realmente foi ocasionado pela falta de comunicação com a empresa responsável pelo recolhimento do lixo. Ainda na manhã desta quinta-feira, 25, a secretária oficializou junto à empresa o pedido em caráter de urgência do recolhimento de todo o material até a próxima segunda-feira (29).

“Já comunicamos o fato à empresa e eles garantiram que até a próxima segunda-feira, todo o lixo que continua acumulado em local indevido estará sendo recolhido. A empresa garantiu que estará disponibilizando cerca de cinquenta bombonas extras para que tudo seja normalizado e nenhum risco seja oferecido à população penedense”, finalizou Geonice.

Autor: Redação

Fonte: Gazetaweb