Geral

Fórmula 1

01/09/2012 13h20
Longe da pole desde 2009, britânico estréia a colocação pela escuderia; alemães e brasileiros decepcionam no classificatório
Fórmula 1

SPA - A parada de um mês da Fórmula 1 parece ter feito bem a Jenson Button. Neste sábado, o piloto britânico, que faz uma temporada irregular após abrir o campeonato com vitória na Austrália, foi o mais rápido no treino de classificação do GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps, e garantiu a pole position da 12ª etapa do campeonato.

A pole obtida neste sábado é a primeira de Button desde a sua chegada à McLaren, em 2010. A última vez que o britânico largou da primeira colocação foi no GP de Mônaco de 2009. Agora, ele passa a acumular oito poles na sua carreira após cravar o tempo de 1min47s573 no treino de classificação deste sábado em Spa.

Na primeira fila, o piloto da McLaren terá a companhia de um surpreendente Kamui Kobayashi, que havia sido o mais rápido dos treinos livres de sexta-feira na Bélgica. Neste sábado, o piloto japonês garantiu a segunda posição no grid de largada com 1min47s871.

O favorito de muitos na Fórmula 1 para vencer hoje, Kimi Raikkonen, da Lotus, beneficiou-se da punição de Maldonado e ocupará o terceiro lugar no grid. São boas as chances de a Fórmula 1 ter um oitavo vencedor na temporada: Raikkonen. Nem sempre otimista, o finlandês comentou: “Já tive corridas ruins aqui também”. Ganhou quatro vezes em Spa. Atrás dele, em quarto, estará o companheiro de Kobayashi, o mexicano Sergio Perez.

Líder do Mundial de Pilotos, o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, foi o sexto mais rápido do treino de classificação, mas largará em 5º. Ele será seguido por Maldonado e pelo britânico Lewis Hamilton, da McLaren, que largará da sétima posição, e pelo francês Romain Grosjean, da Lotus. O britânico Paul di Resta, da Force India, é o nono do grid de largada do GP da Bélgica.

Ao contrário da sexta-feira, quando a chuva atrapalhou a disputa das duas sessões de treinos livres, a sessão de classificação foi realizada com a pista seca. Os pilotos brasileiros tiveram desempenho discreto e foram eliminados logo na segunda parte da atividade, que também foi liderada por Button.

Felipe Massa, da Ferrari, vai largar apenas do 14º lugar neste domingo, enquanto Bruno Senna, da Williams, começará o GP da Bélgica apenas da 17ª posição. Os principais pilotos alemães também tiveram desempenho decepcionante e caíram na segunda parte do treino de classificação.

Com dificuldades para defender o seu bicampeonato mundial, Sebastian Vettel, da Red Bull, vai largar apenas da 10ª colocação, enquanto Michael Schumacher, que completam 300 GPs neste fim de semana, começará a prova com a sua Mercedes da 13ª posição. Nico Hulkenberg, Jean-Eric Vergne e Daniel Ricciardo foram os outros pilotos eliminados no Q2.

O australiano Mark Webber, da Red Bull, e o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, trocaram o câmbio de seus carros e perderam cinco posições no grid de largada em relação ao resultado que conseguiram no treino de classificação. Assim, eles vão começar o GP da Bélgica da 12ª e da 23ª posições, respectivamente.

Na primeira parte do treino de classificação, Rosberg, Heikki Kovalainen, Vitaly Petrov, Timo Glock, Charles Pic, Pedro de La Rosa e Narain Karthikeyan foram eliminados. Pastor Maldonado foi o mais rápido, enquanto Massa avançou para a etapa seguinte do treino em sexto lugar e Bruno Senna em 17º.

O GP da Bélgica de Fórmula 1 será disputado neste domingo, com largada prevista para as 9 horas (de Brasília).

Confira o grid de largada da corrida:

1º. Jenson Button (GBR/McLaren), 1min47s573

2º. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1min47s871

3º. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), 1min48s205

4º. Sergio Pérez (MEX/Sauber), 1min48s219

5º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min48s313

6º. Pastor Maldonado (VEN/Williams), 1min47s893

7º. Lewis Hamilton (GBR/McLaren), 1min48s394

8º. Romain Grosjean (FRA/Lotus), 1min48s538

9º. Paul di Resta (ESC/Force India), 1min48s890

10º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min48s792

11º. Nico Huelkenberg (ALE/Force India), 1min48s855

12º. Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min48s392

13º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min49s081

14º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min49s147

15º. Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), 1min49s354

16º. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), 1min49s543

17º. Bruno Senna (BRA/Williams), 1min50s088

18º. Heikki Kovalainen (FIN/Caterham), 1min51s739

19º. Vitaly Petrov (RUS/Caterham), 1min51s967

20º. Timo Glock (ALE/Marussia), 1min52s336

21º. Pedro de la Rosa (ESP/Hispania), 1min53s030

22º. Charles Pic (FRA/Marussia), 1min53s493

23º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min50s181

24º. Narain Karthikeyan (IND/Hispania), 1min54s989

Autor: Redação

Fonte: Agência Estado