Geral

Desvio na Educação

28/08/2012 10h12
Desvio de recursos destinados às escolas prejudica notas do Ideb
Desvio na Educação

A relação entre a vida privada de prefeitos e a precariedade da educação dos respectivos municípios não se restringe apenas ao enriquecimento do chefe do Executivo local, como o Correio mostrou em reportagem publicada nessa segunda-feira (27/8). Pesquisa feita pelo cientista político Clóvis de Melo, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), aponta que os casos de corrupção também se refletem negativamente na estrutura educacional dessas cidades.

O levantamento de Melo, hoje professor da Universidade Federal de Campina Grande (PB), considerou relatórios de auditorias da Controladoria Geral da União (CGU) referentes a verbas do governo federal gerenciadas por 556 prefeituras. Ao comparar os casos de corrupção envolvendo diretamente a educação com os indicadores educacionais, Melo constatou que, quanto maiores os desvios, mais baixos eram os salários dos professores e as notas das escolas do município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e maiores as taxas de reprovação e de abandono da escola.

Autor: Adriana Caitano

Fonte: Correio Braziliense