Geral

Corpo de mulher encontrado nas terras do município de Coruripe pode ser de Roberta Costa Dias

08/05/2012 00h29
Corpo de mulher encontrado nas terras do município de Coruripe pode ser de Roberta Costa Dias
[caption id="attachment_24837" align="alignleft" width="300" caption="Passeata cobrando solução do caso realizada em Penedo"]Passeata cobrando soluções do caso em Penedo[/caption] O corpo de uma  mulher que  foi enterrado como indigente no cemitério Divina Pastora da cidade de Maceió, após ser encontrado no último sábado em terras da fazenda Primavera, na zona rural de Coruripe, pode vir a ser da estudante do IFAL de Penedo, Roberta Costa Dias, desaparecida no dia 11 de abril do ano em curso. Os restos mortais foram encaminhados ao IML da capital que realizou os procedimentos normais quando se trata de corpos não identificados, fotografando, sendo feito exames pela odontolegista que fez imagens da arcada dentária para posterior identificação. O diretor do IML de Maceió, Gerson Odilon, acusou o recebimento deste corpo, e após ter mantido contato com um dos familiares da estudante penedense, orientou aos demais familiares da garota Roberta, a se dirigirem ao órgão, munidos de material que possa ajudar na identificação. Fotos, vídeos ou uma biometria. Roberta Costa Dias estava grávida, porém esse detalhe não foi observado pelo responsável pela necropsia. Mas o diretor do IML alertou para que se houver esta informação nos dados do instituto na manhã desta terça-feira, 08, tal fato será esclarecido. Pela suspensão do convênio entre a UFAL e o Estado, não se pode realizar um exame de DNA, o que dificulta um resultado com precisão e exatidão quanto à identificação. Por: redação

Autor: Raul Rodrigues