Figuras Públicas

Vereador Derivan Thomaz faz duras críticas à mesa diretora da CVP

26/11/2015 18h36
Derivan Thomaz demonstrou grande insatisfação para com a presidência da Casa de Leis, apesar de não se tratar de uma situação particular com a pessoa do Júnior do Tó
Vereador Derivan Thomaz faz duras críticas à mesa diretora da CVP

O vereador do Solidariedade(SD) de Penedo, Derivan Thomaz, ao fazer uso da tribuna na tarde desta quinta-feira(26) em sessão ordinária do poder legislativo fez refletir o quanto pode vir a ser um duro crítico da mesa diretora da casa de Leis.

Para Derivan o projeto de lei que adequa os fiscais de tributos para auditores fiscais deixa inquietude no parlamentar mirim assim como vem sendo desrespeitado o regimento interno da CVP, levando-se em conta que um pedido de urgência assinado por 1/3 dos colegas vereadores já tem prerrogativa para ser atendido e levado à baila durante as reuniões dos senhores vereadores. E não ficar retido por meio de um pedido de vista sem que o mesmo seja devolvido às mãos do próprio vereador que subscreve.

Thomaz foi contundente ao citar que o presidente não vem respeitando o regimento interno, e que ainda não atendeu a cobrança do vereador em tela quanto às informações do preenchimento do quadro de funcionários da câmara de vereadores para o conhecimento de todo os senhores edis quem é quem e qual função desempenha. Derivan foi bastante duro nesse quesito.

Voltando a falar sobre os projetos de lei que tramitam na Casa Thomaz disse: “não aceitar atropelamento do regimento, pois aqui é uma coisa, mas lá fora é outra se referindo ao poder da presidência em corta o som do microfone” – coisa natural em todos os parlamentos no Brasil – e às entrevistas em emissoras de rádio de Penedo. O que não deixa de ser um forte sinal de insatisfação de Derivan.

Thomaz terminou a sua fala, citando o retorno do Dr. Ubiraci – odontólogo – aos quadros de servidores contratados do município. 

Autor: Por Raul Rodrigues

Fonte: Correio do Povo de Alagoas