Figuras Públicas

Troca de farpas entre Valdinho Monteiro e Bili Marques marca retorno na CVP

03/02/2017 12h17
Troca de "gentilezas" é mais que normal no mundo da política.
Troca de farpas entre Valdinho Monteiro e Bili Marques marca retorno na CVP

No retorno das sessões da Câmara de Vereadores de Penedo – CVP – na tarde da última quinta-feira, dia 02, na sede do Poder Legislativo na Praça Barão de Penedo, 36, Centro Histórico, a Forca, prédio vizinho da CVP, foi testemunha de mais um embate entre os parlamentares mirins, Valdinho Monteiro e Bili Marques. Um encontro de colegas novatos – nunca se encontraram em plenário – dando o tom de como poderá ser os encontros e desencontros dos discursos dos vereadores governistas e da oposição.

Bili Marques – líder do governo na câmara, dizia do mérito do prefeito Március Beltrão ao marcar a administração com suas ações em favor do servidor público municipal, ao anunciar o pagamento do 13º dos contratados da educação – saliente-se: todos os contratados – que irão receber em breve, dia 15.

Neste momento o vereador Valdinho Monteiro pediu um aparte ao colega, o que lhe foi concedido, e durante o aparte Valdinho salientou que o prefeito Március Beltrão realmente marcou Penedo com o fechamento do Matadouro Público, permitiu uma greve de cinco meses na educação, presenteou com o corte de energia em prédios públicos, inclusive da sede da prefeitura, por falta de pagamento à Eletrobrás, coisa que somente o prefeito Március Beltrão conseguiu fazer. Neste momento o vereador Valdinho foi aplaudido pela assistência e em resposta o vereador Bili Marques disse que o mesmo trabalha em uma empresa que deve mais de 10 milhões à mesma empresa.

Valdinho Monteiro fez questão de salientar ao vereador Bili Marques que ele estava misturando as coisas ao mencionar uma empresa particular em assunto de empresa pública.

Para quem conhece o andamento das reuniões da CVP sabe que este tipo de enfrentamento é normal e faz parte da caminhada política dos grupos políticos de cores diferentes.

Mas ficou provado que o líder do governo não estará livre e solto para profetizar as marcas do prefeito Március Beltrão.
 

Autor: Por Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br