Esportes

“Reserva” entra no segundo tempo e garante vitória do CSA diante do Coruripe

25/01/2012 23h04
“Reserva” entra no segundo tempo e garante vitória do CSA diante do Coruripe
A partida entre CSA e Coruripe na noite desta quarta-feira (25) tinha tudo para ser um fracasso, uma vez que as equipes não entraram em campo criativas, o que mostrava um jogo morno, sem emoções. Mas, no segundo tempo o reserva Roni entrou em campo, marcou dois gols e garantiu uma vitória importante do CSA sobre o Coruripe por 2 a 0. Na próxima rodada o CSA vai até a cidade de Atalaia enfrentar o Sport no sábado, às 15h15. Já o Coruripe joga no domingo e recebe o desesperado Penedense no estádio Gerson Amaral, ás 16h00. O JOGO – 1º TEMPO Em campo, duas equipes que precisavam do resultado, uma vez que vinham mostrando um futebol irregular no Campeonato Alagoano. O CSA vinha de duas derrotas e uma vitória, enquanto o Coruripe vinha de uma derrota e dois empates. Com a bola rolando, os primeiros minutos foram de pouca inspiração das duas equipes, que tinham grandes dificuldades na criação de jogadas. O CSA por sua vez, tentava as jogadas de linha de fundo e numa dessas jogadas começou uma grande chance de perigo para o time marujo. Depois de falta sofrida por Washington e cobrança na área a defesa do Coruripe afasta e tenta o contra-ataque. O lateral-esquerdo Claudinho conseguiu roubar a bola de Jaelson e fez belo passe para Alisson, que arrancou com direção a área, mas no momento da finalização bateu torto, mandando para a linha de fundo. O Coruripe passava boa parte do jogo retraído por conta das tímidas investidas do CSA, mas em algumas oportunidades achava espaços e também assustava o CSA, principalmente com o atacante Julian, pelo lado direito de ataque. Em duas oportunidades, o “Huck” assustou o goleiro Flávio, que estava seguro na baliza azulina. O primeiro tempo parecia não estar reservado para emoções. Em uma jogada tipicamente de “chutão”, a bola atravessou o campo e achou Edson Di, que sozinho, perdeu o tempo da bola, viu a defesa do Coruripe chegar e no momento do chute foi travado pela defesa alvi-verde. Próximo do final da primeira etapa, o CSA criava algumas oportunidades, principalmente com Washington, Alisson e Claudinho, mas de forma displicente perdia as mesmas, irritando a torcida azulina que compareceu em bom número ao estádio Rei Pelé. Aos 47 minutos, o árbitro Silvio Acioli encerrou o primeiro tempo com um empate sonolento entre CSA e Coruripe em 0 a 0. 2º - TEMPO O segundo tempo começou e as dificuldades eram as mesmas. As duas equipes tinham grandes problemas para chegar ao ataque adversário e principalmente, criar jogadas de perigo. Mas, o CSA, na base do apoio da torcida, conseguia chegar e assustar. Antes dos cinco minutos de jogo, um cruzamento da direita de Diogo encontrou Edson Di, que desviou de cabeça, para grande defesa do goleiro Juninho do Coruripe. A partir daí, a torcida que estava tímida se soltou e passou a cantar, apoiando o clube marujo. Porém, a empolgação da torcida á todo instante dava lugar a revolta, uma vez, que em jogadas seguidas o árbitro Silvio Acioli mandou seguir algumas jogadas duvidosas de falta para o time marujo. O jogo ia seguindo e o Coruripe parecia “cozinhar” o time do CSA, se fechando na defesa, tocando a bola e arriscando alguns ataques com Julian e Dinda. Mas, uma mudança do técnico Celso Teixeira parecia mudar o jogo em favor do time do CSA. GOOOOLLLL DO CSA! Aos 21 minutos, em uma jogada parecida com uma da primeira etapa, onde Edson Di desperdiçou a chance, o atacante Roni, que havia acabado de entrar, aproveitou uma bola espirrada, matou bem e tocou na saída do goleiro Juninho. CSA 1 x 0 Coruripe. Depois do gol, a torcida azulina continuou empurrando e o time sentiu o apoio e passou a atacar, insistir e assustar ainda mais a equipe do Coruripe. E quem também sentiu o apoio foi o atacante Roni, que entrou “voando” no jogo. Em mais uma jogada de ataque, o avante entrou em diagonal pela direita e encheu o pé, para grande defesa de Juninho que fechou o ângulo. A participação fundamental de Roni no jogo ainda não estava encerrada. Em mais uma jogada de ataque do time marujo, dessa vez trabalhada e bonita, o time azulino ampliou o placar no Rei Pelé. GOOOOLLLL DO CSA! Aos 33 minutos, Washington arrancou pela direita, segurou, tocou para Wilson que fez o pivô e deixou para Roni, que limpou a jogada e bateu alto. O goleiro Juninho ainda tocou na bola, mas não evitou o bonito terceiro gol do “azulão do Mutange”. CSA 2 x 0 Coruripe. Após o segundo gol, o CSA diminuiu o ritmo, mas não era ameaçado pelo time do Coruripe, que tentava na base do abafa, mas desorganizado em campo. Nos últimos minutos, o CSA chegou e quase marcou o terceiro, novamente com Roni, mas a defesa do Coruripe conseguiu afastar o perigo. Depois disso, o árbitro Silvio Acioli encerrou o jogo, com uma vitória importante do CSA diante do Coruripe, que colocou o time de volta na briga pelo G4 do Campeonato Alagoano. FICHA TÉCNICA Campeonato Alagoano 2012 – 4ª Rodada Estádio Rei Pelé – Maceió CSA 2 x 0 Coruripe Árbitro: Silvio Acioli Assistentes: Pedro Jorge Santos e Julian Ferino 4º Árbitro: José Reinaldo Figueiredo CSA: Flávio, Diogo, Leandro, Rafael e Claudinho; Lima(Wilson), Leís, Anderson Paulista e Washington; Alisson(Madson) e Edson Di(Roni). Técnico: Celso Teixeira Coruripe: Juninho, Tiago Souza, Pedrosa(Jacó), Walax e Rogerinho; Jaelson(Geninho), Jair, Jacobina e Neto(Fabinho); Dinda e Julian. Técnico: Café Cartões Amarelos: Diogo(CSA) - Walax, Rogerinho, Tiago Souza e Dinda(Coruripe) Gols: Roni 21 e 33min 2ºT(CSA) Por: cadaminuto

Autor: Raul Rodrigues