Esportes

Na coletiva, técnico Mozart diz que o CSA ainda precisa de duas contratações

16/01/2022 09h18
Treinador avalia pré-temporada e avisa que ciclo de reforços não terminou
Na coletiva, técnico Mozart diz que o CSA ainda precisa de duas contratações

O técnico Mozart participou neste sábado da primeira coletiva do ano. Ele fez uma avaliação inicial sobre as renovações e contratações do CSA e disse que ainda faltam pelo menos duas peças para o time encorpar: um defensor e um meio-campista. Até agora, a diretoria anunciou 15 novos atletas.

- Em relação ao elenco, nós estamos fechados em setenta, oitenta por cento. Tanto é que nós estamos ainda buscando um zagueiro e buscando um camisa oito, pra tentar substituir o Yuri Lara (negociado com o Vasco). Nós trouxemos jogadores com características parecidas, porém nós ainda continuamos buscando esse jogador - explicou o treinador.

Mozart lamentou a perda de atletas de destaque no final da temporada. Da equipe titular que terminou a Série B, não renovaram o goleiro Thiago Rodrigues (fechou com o Vasco), o lateral-direito Everton Silva (está no Confiança) e os zagueiros Lucão (foi para o Mirassol) e Matheus Felipe (está no Athletico-PR). Também não ficaram o volante Yuri (acertou com o Vasco) e os atacantes Iury Castilho (reforço do Ceará) e Guilherme Dellatorre (contratado pelo Atlético-GO).

- Nós perdemos jogadores importantes na última temporada e não contávamos com isso. Infelizmente, aconteceu e aí tem que olhar pra frente e virar a página, porém a avaliação é sempre dentro de um modelo de jogo, de uma filosofia de futebol, e eu tento respeitar a minha ideia - avaliou o técnico, e completou:

- Nós tentamos contratar dentro desse modelo, com características técnicas e físicas bem específicas. Temos, na minha opinião, setenta por cento do elenco definido e vamos usar esse início de temporada pra avaliar todos os jogadores pra nós fazermos, se for o caso, mudanças pontuais.

Nesta semana, o CSA tentou contratar um atleta justamente para fazer a função do camisa 8. O argentino Jonatan Gómez chegou a acertar as bases salariais, mas, alegando questões familiares, decidiu encerrar a negociação na última quinta.

Técnico Mozart e Omar Coelho, presidente do CSA, no CT do Retrõ — Foto: Augusto Oliveira/CSA

Treze dias

Mozart comentou ainda sobre o tempo de pré-temporada e informou que vai usar o jogo de estreia no Campeonato Alagoano, quinta-feira, contra o Aliança, para observar a formação que tem em mente para este início de ano.

- Nós estamos terminando a formação do nosso elenco com um período de preparação de aproximadamente treze dias, contando desde a nossa apresentação, em Maceió, no dia 3 (de janeiro). Nós viemos pra cá (CT do Retrô, em Camaragibe-PE) no dia seis, então são treze dias, e de treinamento são onze. Eu espero que esse período tenha sido proveitoso e agora vamos iniciar na quinta-feira as competições e usar o jogo pra ver em que nível nós estamos.

Autor:

Fonte: globoesporte.globo.com