Esportes

Em jogo de baixa qualidade técnica Penedense consegue empate contra o ASA

22/01/2012 11h05
Em jogo de baixa qualidade técnica Penedense consegue empate contra o ASA

Numa partida cujo futebol arte não foi mostrado por nenhum a das duas equipes o time do Penedense conseguiu na tarde/noite de ontem sábado, 21, um honroso empate contra a equipe em formação de um ASA que frustrou a sua torcida no Estádio Coaracy da Mata Fonseca pelo placar de 2 X 2.

Os dois times se mostraram dentro da realidade de cada equipe, ainda frágeis nos quesitos, preparação física e desenvoltura técnica.

Já na organização tática os dois times foram obedientes aos seus treinadores fazendo um jogo bem definido, o que fez salvar a partida em seu inteiro teor.

O Jogo:

O primeiro tempo da jornada esportiva aconteceu com o domínio absoluto da equipe arapiraquense – o alvinegro da terra de Marcelino Alexandre –, não se transformando numa vantagem no placar pela ausência de um bom armador no meio campo que viesse a deixar o ataque do ASA gente a uma inexistente defesa do Penedense.

A primeira etapa terminou num minguado 0 X 0 pelo explicado acima.

A segunda etapa da partida veio com as modificações feitas pelo treinador Erandir Montenegro, o grande nome do jogo, quando ousou mudar o esquema tático de 4; 4; 2 para 5; 5; 1 exigindo dos seus comandados um contra ataque rápido e eficiente. Foi a salvação da partida.

Nos primeiros minutos de jogo do segundo tempo, o ASA, afoito talvez por pensar enfrentar a um Penedense cansado e sem pernas partiu para o ataque, mas sem um grande articulador em seu meio de campo, falta que fez um Raul, atleta que disputou a série B, não se tornou perigoso e permitiu ao Penedense dois contra ataques fulminantes que se transformaram gols do alvirrubro surpreendendo assim tanto ao time de Arapiraca quanto aos torcedores presentes ao Coaracy da Mata Fonseca.

Por responsabilidade de jogar em casa diante da sua exigente torcida a equipe alvinegra também partiu para o tudo ou nada e, numa infantilidade do atleta Ricardo Perucaba do Penedense, fez falta dentro da área o que foi transformado em penalidade máxima e, como consequência, gol do ASA, que conseguiu marca também o seu gol pela fraca dupla de zaga do time do cajueiro grande, o alvirrubro ribeirinho.

O placar final do jogo foi justo pelo fraco espetáculo apresentado pelos dois times.

No entanto para os bons observadores do futebol, narradores - o nosso narrador, Valdi Fernando - e comentaristas de futebol, e nesse aspecto a TV Correio do Povo, dispõe de um dos maiores nomes da nossa região, o professor Juca Vasconcelos,a partida foi salva pelas mudanças táticas de quem comanda um time de futebol.

Crítica e autocrítica:

Crítica: o time do Penedense precisa urgentemente, decisão para a semana passada, contratar uma dupla de zagueiros de verdade. Respeitando-se as disponibilidades de caixa e a opinião do treinador, mais um volante de características forte e com habilidade para completar o plantel e, assim se tronar competitivo para o que exige o campeonato de 2012.

Autocrítica: nossa transmissão não tem melhor qualidade em função do que disponibiliza o sinal da internet; somos pequenos. Mas ousados por característica própria iremos continuar a nossa missão em busca é claro da melhoria quando assim nos for possível.

Mostramos o jogo com imagens e som. Mas sabemos que precisamos melhorar para transmitir com mais rapidez as imagens.

Isto não depende só de nós!

Por: redação, com informações de Juca Vasconcleos

Autor: Raul Rodrigues