Esportes

Atlético-MG acerta contratação de Antonio Mohamed para ser novo treinador

13/01/2022 07h28
Livre no mercado há mais de um ano, "El Turco" aceita convite para substituir Cuca no campeão brasileiro e da Copa do Brasil 2021; contrato, a princípio, é de um ano
Atlético-MG acerta contratação de Antonio Mohamed para ser novo treinador

Finalmente, o Atlético-MG tem um novo treinador. Após buscas no mercado, recusas em negociações, o Galo será comandado por Antonio "Turco" Mohamed, argentino de 51 anos, com longa passagem no futebol mexicano. O contrato com o técnico, a princípio, é de um ano. Além disso, ele chega a Belo Horizonte com uma comissão técnica enxuta, o treinador e mais três pessoas.

O técnico estava livre no mercado desde que foi demitido do Monterrey, no fim de 2020, numa passagem de três títulos e participação no Mundial de Clubes de 2019 vencido pelo Liverpool. Mohamed era o técnico do Tijuana, eliminado pelo Atlético na Libertadores 2013, no famoso "Milagre do Horto", quando o ex-goleiro Victor defendeu pênalti de Riascos.

Aos 51 anos, idolatrado pelo Huracán (onde foi jogador, treinador e quer ser presidente), Mohamed chegou a jogar no Boca Juniors, até fazer carreira mesmo no México. Por lá, passou por inúmeras equipes e títulos: Apertura de 2012 nos Xolos, de 2014 pelo América, e de 2019 no Monterrey. Além de duas Copas México pelo Monterrry em 2017 e 2019

Pelos Rayados, ainda foi o comandante da equipe que ficou em terceiro lugar no Mundial de Clubes de 2019, eliminado pelo Liverpool, que seria campeão contra o Flamengo. Mohamed ficou um ano sem treinar nenhuma equipe. Vez ou outra, era ligado para assumir times do México (Cruz Azul, Tijuana, o próprio Monterrey), ou retornar à Argentina. Chegou a ser ligado a clubes da MLS.

Atlético avançou na busca pelo "Turco" no início da semana. O nome do treinador esquentou nos bastidores após reunião da cúpula do Galo na terça-feira. Mohamed ainda não tem previsão para chegar a Belo Horizonte, mas estará presente no início da pré-temporada, que começa em 17 de janeiro. Terá a primeira decisão pela frente em 20 de fevereiro, na disputa da Supercopa do Brasil.

Ele será o sucessor de Cuca, que solicitou desligamento do contrato logo após o Natal de 2021, alegando problemas particulares. Sem técnico, o Atlético primeiro mirou em Jorge Jesus, que havia sido demitido do Benfica. Porém, JJ pediu prazo. O tempo passou, o Galo tentou Carlos Carvalhal (Braga) e Eduardo Berizzo (livre), sem sucesso. Então, veio Mohamed e o português Luis Castro (Al Duhail). Melhor para "El Turco".

Autor: Frederico Ribeiro e Guilherme Frossard

Fonte: globoesporte.globo.com