Esportes

Análise: Aguirre improvisa, Inter não produz, e vaga à Libertadores se afasta ainda mais

25/11/2021 08h09
Equipe teve a bola mas pouco ameaçou o gol do Fluminense na noite de quarta-feira, em duelo direto no Maracanã, e perdeu por 1 a 0
Análise: Aguirre improvisa, Inter não produz, e vaga à Libertadores se afasta ainda mais

Em busca de soluções, Diego Aguirre olhou para o grupo de jogadores e tentou resolver as carências ofensivas da equipe com improvisações para encarar um confronto direto por vaga à Libertadores do ano que vem. Perdeu por 1 a 0.

Contra o Fluminense, na noite de quarta-feira, pela 35ª rodada do Brasileirão, Saravia saiu da lateral e foi para o meio, Edenilson voltou a jogar como volante ao lado de Dourado e Palacios novamente apareceu de falso 9.

Uma estratégia que caiu por terra com um minuto de jogo. O Fluminense aproveitou o pênalti cometido por Bruno Méndez, abriu o placar e não cedeu chances ao time de Diego Aguirre para somar pontos no Maracanã.

Sem ser efetivo novamente, o Inter teve a bola nos pés a maior parte do jogo. Terminou a partida com 69% da posse e teve a segunda atuação com mais passes certos no Brasileirão – 534, contra 197 do Flu.

Mas criou apenas duas chances claras de gol. Primeiro, em cabeceio de Cuesta, depois, com Cadorini após finalização errada de Taison. Passou a maior parte do tempo na intermediária, sem opções de jogada na área adversária.

Com mais três jogos pela frente e a esperança de que o bom aproveitamento no Beira-Rio auxilie na luta pela vaga à Libertadores, Diego Aguirre terá que recuperar jogadores importantes e devolver poder de fogo ao time.

O zagueiro Bruno Méndez caiu muito de rendimento desde o retorno de lesão muscular. Os laterais Saravia e Moisés continuam como alvos da torcida.

Nos últimos 10 jogos, Patrick tem duas expulsões e nenhuma participação em gol. Sem Yuri Alberto, Palacios mostrou que rende mais como meia do que como centroavante. É necessário encontrar uma alternativa viável para comandar o ataque.

Dos protagonistas, só Edenilson e Taison seguem com bom rendimento nessa sequência final de Brasileirão. Mas a dupla se mostra insuficiente no momento para tirar o restante do time deste momento negativo.

O sinal de alerta vinha ligado deste a sequência de jogos que antecedeu o Gre-Nal. A vaga direta da Libertadores se afasta a cada rodada. Agora, até mesmo a chance de entrar nos mata-matas ficou em risco.

A derrota no confronto direto com o Fluminense manteve o Inter na oitava colocação com 47 pontos. O time carioca, primeiro a sua frente, já soma 51. O Bragantino, que fecha o G-6, tem 52 e um jogo a menos. No domingo, às 19h, o Colorado enfrenta o Santos no Beira-Rio.

Autor: Marco Souza

Fonte: globoesporte.globo.com