Esportes

Americana é retirada de maca de piscina após final do nado artístico do Mundial

22/06/2022 19h16
Técnica pula na água para evitar afogamento de Anita Álvarez. Brasil tem resultados inéditos na natação feminina
Americana é retirada de maca de piscina após final do nado artístico do Mundial

Um susto marcou a quarta-feira do Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste, na Hungria. A americana Anita Álvarez teve um quadro de exaustão ao fim de sua apresentação na final do solo livre de nado artístico e precisou ser socorrida. A técnica Andrea Fuentes pulou na piscina para evitar que a atleta de 25 anos se afogasse. Ela foi retirada da piscina de maca e levada ao centro médico da arena sob aplausos dos torcedores.

Anita conseguiu concluir sua série e por isso recebeu 87.6333 pontos, que lhe renderam a sétima colocação. Ao fim da prova, a equipe americana informou que a atleta passa bem.

Anita Álvarez passa mal Mundial de Esportes Aquáticos reduzida — Foto: Oli SCARFF / AFP

O ouro ficou com a japonesa Yukiko Inui (95.3667 pontos), que superou a ucraniana Marta Fiedina (93.8000). A grega Evangelia Platanioti completou o pódio (91.7667). O Brasil não participou da prova.

Anita Alvarez nado artístico — Foto: REUTERS/Lisa Leutner

Natação feminina do Brasil tem resultados inéditos

Na natação, o Brasil ficou longe da briga por medalhas nesta quarta-feira, mas celebrou dois resultados inéditos entre as mulheres. Stephanie Balduccini terminou os 100m livre na 10ª posição, melhor colocação da história de uma brasileira na prova em Mundiais, e ainda fez a melhor marca da carreira, com 54s10.

A atleta de apenas 17 anos também ajudou o revezamento 4x200m livre brasileiro a alcançar pela primeira vez uma final de Mundial. Contando também com Giovanna Diamante, Aline Rodrigues e Maria Paula Heitmann, o Brasil acabou na sexta posição, com 7min58s38. O ouro foi para os Estados Unidos (7min41s45), que foram seguidos por Austrália (7min43s86) e Canadá (7min44s76).

Autor:

Fonte: globoesporte.globo.com