Brasil

Queda de avião com sete mortos em Piracicaba: o que se sabe e o que falta saber

15/09/2021 07h08
Causa da queda do avião é um dos pontos a serem esclarecidos pelas investigações, que devem analisar materiais colhidos no local, além da caixa preta da aeronave.
Queda de avião com sete mortos em Piracicaba: o que se sabe e o que falta saber

Sete pessoas morreram após um avião cair na manhã da terça-feira (14), em Piracicaba (SP). A queda ocorreu em uma área de mata no bairro Santa Rosa, logo após a aeronave partir do aeroporto da cidade com destino ao Pará.

No avião estavam o empresário Celso Silveira Mello Filho e sua família, além de piloto e copiloto. O caso será investigado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB).

Veja quem são as vítimas:

 

  • Celso Silveira Mello Filho, 73 anos
  • Maria Luiza Meneghel, 71 anos
  • Celso Meneghel Silveira Mello, 46 anos
  • Camila Meneghel Silveira Mello Zanforlin, 48 anos
  • Fernando Meneghel Silveira Mello, 46 anos
  • Piloto: Celso Elias Carloni, 39 anos
  • Copiloto: Giovani Dedini Gullo, 24 anos

Entenda o que ocorreu ponto a ponto

 

 

  • O empresário Celso Silveira Mello Filho, sua esposa, três filhos, piloto e copiloto partiram pouco antes das 9h do Aeroporto de Piracicaba. A viagem teria como destino o Pará, para uma fazenda da família, onde passariam uma semana.
  • O avião caiu 15 segundos após a decolagem, em uma área de mata próxima à Faculdade de Tecnologia (Fatec) da cidade.
  • O Corpo de Bombeiros foi acionado e no local encontrou as sete vítimas já mortas, carbonizadas.
  • O Cenipa e a Polícia Civil foram acionados para realizar as investigações sobre a causa do acidente.
  • No local, equipes localizaram a caixa preta do avião, onde o histórico de voo é armazenado, que será analisada.
  • Destroços do avião também foram recolhidos para a apuração do Cenipa.
  • De acordo com a FAB, a documentação e manutenção da aeronave estavam em dia. O avião foi fabricado em 2019 e é considerado de alta versatilidade por especialista.
  • A última manutenção foi realizada em 23 de agosto. O retorno da oficina ocorreu na segunda-feira (13).
  • Quase seis horas após o acidente, os destroços começaram a ser retirados do local.
  • Os corpos passaram por exame no Instituto Médico Legal (IML) e a família será velada nesta quarta-feira (15), a partir das 9h.

O que falta saber

 

 

  • A causa do acidente ainda não foi esclarecida. A Polícia Civil e o Cenipa não divulgaram detalhes sobre o início das investigações, apenas que foram realizadas perícias, coletas de imagens e informações e que serão ouvidas testemunhas.
  • Ainda não foi esclarecido porque a aeronave caiu apesar de ser considerada nova por especialista (foi fabricada em 2019), ter passado por manutenção recente e estar com a documentação em ordem.
  • Falta esclarecer, também, o movimento de curva que a aeronave fez logo após decolar e foi destacado pela maioria das testemunhas e flagrado por câmeras de segurança. Autoridades não souberam informar se o piloto tentava retornar ao aeroporto.
  • Também não há explicações oficiais para o fato da queda ter ocorrido 15 segundos após a decolagem, abastecida e revisada dias antes.

 — Foto: Arte G1

Autor:

Fonte: g1.globo.com