Brasil

Justiça concede correção maior para os atrasados

21/07/2018 06h01
Para o Tribunal Superior do Trabalho, os atrasados de processos trabalhistas deverão ter correção pela inflação
Justiça concede correção maior para os atrasados

O trabalhador que processou o ex-patrão nos últimos três anos poderá ganhar R$ 14 mil a mais com a correção maior da verba.

Decisão do TST (Tribunal Superior do Trabalho) é de que esses atrasados devem ser atualizados com base na inflação medida pelo IPCA-E (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -Especial) e não pela TR (Taxa Referencial), que rende menos.

Em junho, o presidente do TST, João Brito Pereira, distribuiu um comunicado para os tribunais regionais do trabalho determinando que seja aplicado o IPCA-E na correção dos valores de processos trabalhistas assim que uma ação da Fenaban (Federação dos Bancos) questionando o índice chegue totalmente ao final, ou seja, tenha o trânsito em julgado.

Autor: Larissa Quintino

Fonte: agora.uol.com.br