Brasil

'Eu a vi se arrastando para subir', diz mulher que ajudou idosa 'engolida' após ponte cair em SC

11/06/2021 09h12
Mulher de 60 anos estava a caminho de escola para buscar a neta quando ponte caiu em Brusque após chuva. Ele se segurou para não cair no buraco e não teve ferimentos graves.
'Eu a vi se arrastando para subir', diz mulher que ajudou idosa 'engolida' após ponte cair em SC

Uma mulher que testemunhou o momento em que uma ponte caiu em Brusque, no Vale do Itajaí, na quarta-feira (9) após forte chuva na região ajudou um motociclista que ficou na estrada e também uma idosa que caiu no local. Uma câmera de monitoramento flagrou quando a pedestre foi "engolida" após a ponte cair. Ela não sofreu ferimentos graves.

Segundo a secretária Elisa de Oliveira, ao ver que ponte havia desabado, ela correu para socorrer o motoqueiro que se jogou na pista para não cair no buraco. Um caminhão também quase caiu. Só ao se aproximar, Elisa percebeu que uma pedestre tinha caído e estava se segurando na pare do asfalto que ficou inclinada no buraco.

 

"Eu não tinha visto que a senhora tinha caído. Cheguei perto do motoqueiro para ajudar e foi quando eu a vi se arrastando para tentar subir e puxei ela para cima", disse.

A idosa de 60 anos estava a caminho da escola para buscar a neta e se segurou em uma estrutura da ponte para não cair no rio, segundo a prefeitura.

Ponte caiu em Brusque, na manhã desta quarta, no Vale do Itajaí — Foto: Prefeitura de Brusque/Divulgação

Outras pessoas que estavam nos estabelecimentos próximos também correram para ajudar. A idosa saiu caminhando, com auxilio dessas pessoas. Ela informou que mora próximo ao local e que ficou assustada com a situação.

A prefeitura informou que ainda não sabe o que causou a queda da estrutura e que estudos serão feitos para determinar o motivo. A administração municipal admitiu que trabalha com a possibilidade de que um colapso tenha acontecido por causa da chuva forte entre terça (8) e quarta- feira (9).

Além de Brusque, ao menos outras 22 cidades catarinense notificaram a Defesa Civil sobre ocorrências por causa da chuva no Vale do Itajaí, Norte e Sul do estado e na Grande Florianópolis. Ao menos seis delas já decretaram emergência ou sinalizaram pelo decreto, incluindo Brusque.

Na tarde de quinta (10) voltou a chover forte e a Defesa Civil alerta para riscos de deslizamentos.

Queda da ponte

 

Moradores do bairro Guarani, onde a ponte em Bursuqe caiu, afirmam que uma obra havia sido feita na estrutura há cerca de dois meses. a ponte tem cerca de 50 anos.

Segundo Andrea Volkmann, secretária de Infraestrutura Estratégica da prefeitura, no começo da semana o local já estava passando por analise de técnicos para saber sobre sua condição. "A princípio a cabeceira estava estável, não havia nenhuma alteração na estrutura".

"Claro que as chuvas intensas podem ter sido um grande fator [para a queda] mas a gente sabe que as cabeceiras deste tipo de pontes na cidade tem sofrido bastante com o tráfico intenso de cargas pesadas. Mas em razão do alto nível pluviométrico, pode ter rompido alguma parte da cabeceira e levado a quada da ponte", afirma a secretária.

O município de Brusque deve decretar situação de emergência. Ao todo foram registradas pela Defesa Civil Municipal 68 alagamentos em residência, 25 alagamento de ruas, um deslizamento em via pública, 13 deslizamentos em residência, quatro quedas de muro, uma queda de telhado e três quedas ou risco de queda de pontes.

Reconstrução

Rede provisória de abastecimento de água está sendo instalada no local  — Foto: NSC TV/Reprodução

 

Com previsão de decretar situação de emergência, o município pretende adquirir um "kit ponte" através da Defesa Civil estadual. Não há previsão para a conclusão das obras de recuperação do local, segundo a administração municipal.

"Esse vai ter o ponto de partida para verificar os custos desta obra. Porque se [a reconstrução] ocorrer através do kit ponte temos um tipo de custo para a colocação das cabeceiras, mas se tivermos a colocação de uma ponte convencional o prejuízo será bem maior. Valores que podem ultrapassar R$1 milhão", Andrea Patricia Volkmann.

Segundo a prefeitura, houve o rompimento do abastecimento de água na região com a queda da estrutura. Homens trabalham no local para realizar o desvio da rede que passava pela ponte. Uma escora de madeira foi colocada por cima do rio, para abrigar a tubulação provisória que irá ser colocada no local para normalizar o fornecimento de água tratada na região.

A conclusão deste serviço e a retomada do abastecimento estão previstos para a noite de quinta-feira, segundo a prefeitura. Em abril, a cabeceira de outra ponte também caiu em Brusque e carros ficaram presos.

Autor:

Fonte: g1.globo.com