Blogs

Tenho escrito e tenho dito que Bolsonaro é forte nas ruas, nas urnas não!

21/06/2022 09h11
A disputa é entre dois nomes ruins, e vencerá o menos ruim.
Tenho escrito e tenho dito que Bolsonaro é forte nas ruas, nas urnas não!

Em nosso entendimento enquanto analista da política nacional, estadual e municipal, sobre as quais opino e tenho um índice de assertivas acima dos 90%, Bolsonaro é apenas um nome forte nas ruas.

Mas nas ruas não estão os 150 milhões de eleitores do país. Estão números muito menores que a multidão de eleitores de um país dividido entre duas personagens da política, e que as pesquisas indicam a vitória de uma delas.

Estando sempre atendo aos fatos, busquei a opinião de um abalizado observador da nossa política e profundo conhecedor da área do Direito para dirimir duas dúvidas:

Se o Supremo Tribunal Federal por meio dos senhores ministros estão exagerando em suas decisões.

E, se Bolsonaro tem razão em suas travessuras políticas contra a Suprema Corte.

Primeira resposta:

Os ministros do Supremo Tribunal Federal ainda não prenderam Bolsonaro por não desejarem um conflito direto com alguns Generais do Exército Brasileiro, o que poderia incorrer em um conflito ainda maior. E disparou: Bolsonaro após perder as eleições deve partir para a Itália onde tem direito à cidadania por ser filho de italiano. Indo com a sua vida bem arrumada.

Segunda resposta:

Ele tem conhecimento de sobra para saber que enfrentando a ministros e até ao Supremo Tribunal Federal se torna alvo de notícias nas principais manchetes dos maiores jornais e redes de televisão do Brasil, virando até notícia internacional que é o que ele quer.

Razão contra a quem defende preceitos constitucionais – a Constituição Federal – seria uma irracionalidade ou simbolismo do caos. Lá estão os maiores nomes da advocacia do país. E se juristas os criticam, o fazem de maneira pontual.

Portanto, não é só este redator que pensa diferente dos bolsonaristas ou bolsonimos.     

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br