Blogs

Saúde em Todo Canto é um programa justo e de obrigação. Mas muitos não fizeram.

23/08/2021 17h05
De uma coisa é certa, os penedenses estão tendo uma excelente visão dos novos gestores.
Saúde em Todo Canto é um programa justo e de obrigação. Mas muitos não fizeram.

Por ter mantido parceria com os gestores da Saúde de Penedo, os últimos cinco secretários – Geonice Peixoto, Vera Costa, Pedro Madeiro, Marcos Beltrão e agora Guilherme Lopes – posso afirmar sem nenhum risco de erros que tal vontade em atender a todos era um objetivo dos secretários e secretárias, mas tal programa requer uma envergadura muito grande e onerosa.

Dr. Raimundo nos primeiros mandatos de Alexandre Toledo até que tentou por meio de contatos com os agentes de saúde de cada povoado oferecendo-lhes a possibilidade de contratar serviços de taxistas locais para trazerem pacientes que precisassem da remoção. Mas nem em todos povoados tinham taxistas e a intercorrência poia acontecer em momento que o taxista não estivesse presente ao local. Funcionou parcialmente. E foi o único que se aproximou da melhor escolha.

Vereadores dos povoados – Derivan Thomaz e Valdinho Monteiro sempre fizeram defesas desse tipo de atendimento, porém a viabilidade de 100% do atendimento era impossível.

Neste momento o secretário Guilherme Lopes incrementa uma espécie de – SAMU MUNICIPAL – com a regulação ficando a cargo de Penedo com atendimento 24 horas sendo a Base das ambulâncias na cidade. E sendo de inteira responsabilidade da requisição dos serviços do agente de saúde da localidade ao analisar a gravidade do paciente. Saúde é vida e vida requer grandes responsabilidades.

Mas isto era um ponto do Ice Berg e de maior reclamação dos povoados.

A iniciativa é nobre, a vontade é de acertar, e a coragem é sem tamanho, mas é hora de todos darem as mãos e torcer para que dê certo, pois existem pastas que não têm descanso, e a da saúde é uma delas.

Lembro-me de Dr. Raimundo por vezes reclamar de algumas peripécias entre os serviços prestados e valores a serem pagos. Principalmente com relação a insumos.

Quanto a atendimentos nos povoados essa tarefa já foi executada por outras administrações com ônibus da Saúde Bucal, ônibus dotado de espaço para consultas – consultórios e até com coleta de materiais para exames. Mas tudo e todos eles foram passageiros.

 

Acreditamos que a equipe da saúde de Penedo está madura e experiente para fazer do limão a limonada, e das dificuldades uma meta a ser batida. 

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br