Blogs

Política termina sendo um grande negócio para os mercadores do poder

01/08/2022 09h52
Quando o segundo turno sai mais caro que o primeiro.
Política termina sendo um grande negócio para os mercadores do poder

As eleições governamentais em Alagoas ganham um novo contorno após as decisões dos candidatos pré-derrotados – os que ocupam, o terceiro e quarto lugares – sem chances de reviravolta e que por dificuldades naturais nem vices têm.

E o novo contorno é: vender seus apoios para um futuro segundo turno.

Para os que avistam o Oasis do segundo turno, investiram na resistência para não se tornarem aliados do agora, para se venderem – termo mais apropriado – como sendo apoiadores em segundo turno.

Por que deste grande negócio? Porque deste apoio sai o dinheiro para uma próxima campanha, além de cargos almejados com mais poder de negociação.

Eis a vergonha da política que não é só em Alagoas, mas que deveria ser enxergada pelos eleitores de todo o país.

O povo – eleitor – fica na base dos cinquenta reais, e os políticos na base dos milhares de reais.    

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br