Blogs

Penedo e Alagoas ficam diminuídos com perda de Alexandre Toledo.

30/03/2021 20h35
Penedo e Alagoas ficam diminuídos com perda de Alexandre Toledo.

O ex-prefeito de Penedo Alexandre de Melo Toledo, faleceu na madrugada desta terça-feira, 30/03/2021, depois de lutar por mais de sessenta dias contra o Covid-19 que lhe enfraqueceu o corpo e aos poucos foi lhe minando a vida. A luta de Toledo foi dura, mas serviu de preparação para a família enfrentar tamanha perda.

Homem de família, Alexandre deixa eternas saudades por entre o filho, e as três filhas e os três netos a quem dedicou todo o amor como é demonstrado nas imagens do arquivo familiar – a quem peço licença para utiliza-las – ilustrando ao nosso artigo. (Imagens do acervo familiar no Instagram Ivana Toledo - a quem peço autorização para ilustrar o artigo com exatidão do descrito.)

Eterno apaixonado pela esposa Ivana, filho devotado, pai e avô ao limite que o amor permite. Um perfeito homem de família, um cavalheiro por entre os amigos, um gentleman em meios sociais, um refinado irmão, um amigo de verdade.

Na área empresarial, um eterno defensor do setor sucroalcooleiro – ou sucroenergético – nos termos atuais, tinha na lida com o campo a sua principal atividade produtiva e econômica, sendo capaz de defendê-lo sob quaisquer condições. As secas de seis consecutivos lhe tiraram o sabor de vencer nos últimos anos a crise que se abateu sobre a Paísa – Penedo Agroindustrial de Penedo – acumulando-se a tais dificuldades o abandono do governo federal ao subsídio do Proálcool que enfraqueceu ainda mais o setor.

Político de maior envergadura na cidade de Penedo entre os anos de 1996 aos anos 2008, quando venceu por três vezes as eleições municipais perfazendo um ciclo de vitórias sem derrotas pessoais. Alexandre nunca foi vencido diretamente nas urnas. Seu grupo se fragilizou sob a escolha de outros nomes, todavia nunca perdeu o patamar da segunda torre de votos em Penedo com milhares de votos contabilizados a cada eleição.

Foi deputado federal nos últimos dois anos do mandato de Rui Palmeira que assumiu a vaga de deputado federal em Brasília, para assumir a prefeitura de Maceió. Toledo à época tentou cambiar recursos para Penedo, mas as Emendas Parlamentares só têm valor quando solicitadas e indicadas em ano anterior ao que segue durante o mandato, sendo este fato impeditivo de Alexandre beneficiar a Penedo com suas ações.

Foi por duas vezes secretário de estado – agricultura e saúde – deixando as duas pastas reconhecido como um grande articulador político ao enfrentar as dificuldades das categorias pertencentes às pastas.

A morte de Alexandre Toledo deixa Penedo e Alagoas com uma lacuna aberta pela ausência física, entretanto, seu nome sempre será lembrado como um líder, um grande empresário e como um homem de família exemplar.

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br