Blogs

Morre em Maceió a penedense Vera Lerner Gonçalves fundadora da moda em Penedo

12/09/2021 11h33
Família Lerner é parte da história de Penedo pelas marcas do comércio, da beleza, e do empreendedorismo feminino nos áureos tempos do machismo.
Morre em Maceió a penedense Vera Lerner Gonçalves fundadora da moda em Penedo

Vera Lerner Gonçalves, filha do casal Seu Samuel Lerner e Dona Eufrozina, moradores da Avenida Getúlio Vargas, principal artéria da cidade das ruas estreitas e largas avenidas, Penedo-AL, foi no final da década de 60, início de 1970, a responsável pela introdução da moda do Brasil em Penedo, fazendo seguimento ao seu pai que mantinha em sua residência, também, uma espécie de “tem de tudo” em Penedo.

Os dois, pai e filha, mantinham a sociedade penedense e toda a região do baixo São Francisco completa e totalmente abastecidas da moda mais recente do mundo. Seu Samuel era de origem judia, e por isso mesmo, um homem de negócios com viagens anuais por toda a Europa e adjacências trazendo para Penedo mercadorias de todas as áreas: tecidos, relógios, perfumes, guarda-chuva e sombrinhas, baralhos, artigos para mesa, banho e etc.

E Vera Lerner, as roupas prontas para mulheres e homens, com todo o requinte da Europa que vestia à sociedade das maiores e principais cidades do Brasil. Eram peças prontas com as melhores marcas do mundo. E as origens da influência eram do movimento hippie, e das bandas de Rock com Saias, vestidos, batas, calças bocas de sino, estampas psicodélicas e muito brilho estão entre as principais referências do período. Cabelos naturais, black power, franjas e ondulados eram tendência. Como acessórios, faixas nos cabelos, peças com franjas, óculos no estilo aviador e em modelos grandes também faziam muito sucesso.

E tudo isso, e mais os estilos conservadores – o social – você encontrava na Vera’s Boutique, também localizada na Avenida Getúlio Vargas – atual residência do médico e vereador Dr. Epson.

Da família:

Seu Samuel Lerner mantinha sempre o seu atendimento em seu ambiente de trabalho, parte inferior da sua residência – espécie de socovão – termo da época, onde sempre manteve um estoque infinito das suas mercadorias. Ele, sua esposa Dona Eufrozina e uma atendente que davam, conta de quantos clientes chegassem. E o seu estoque era reposto tão logo percebesse a baixa em seus números.

Vera Lerner, apenas fechou a Vera´s Boutique quando decidiu morar em Maceió onde se manteve no ramo até o sempre, deixando em Penedo a sua substituta em igual pé características, a sua irmã, Vagna Lerner, com o Magazine Caribe , e que ainda hoje se mantém firme com as lojas em Maceió, única loja dos tempos da abertura do Shopping Iguatemi – atual Maceió Shopping – a Vagna Boutique, e no Hiper Bom Preço do Farol.

Da beleza:

Segundo os anuais do Miss Alagoas, concurso fundado em 1955 na terra dos Marechais, uma das filhas do seu Samuel Lerner foi Miss sendo que no documento histórico do próprio Miss Alagoas, consta o nome de Maria do Rosário Lerner em 1972 como Miss Alagoas por Penedo, distando da conhecida história de nossa cidade que aponta Ana Lerner como a Miss Alagoas por Penedo, e Vera Lerner como também sendo a nossa Miss Alagoas. Vale salientar que Penedo também teve em seus anuários a presença da Drª. Noélia Lopes Cavalcante, dentista, esposa do Dr. Edson, médico pertencente ao quadro de funcionários do SESP, como sendo também Miss Alagoas representando o Iate Clube Pajussara.

DESTAQUE: MARIA DO ROSÁRIO LERNER É NA VERDADE, ANA MARIA DO ROSÁRIO LERNER. ANA LERNER MISS ALAGOAS DE 1972.

De certo que Penedo hoje fica desfalcada de uma das maiores representantes da beleza feminina, da mulher empreendedora, da comerciante nata, da filha, da irmã, da esposa e mãe, com certeza avó, e da família Lerner que sempre elevou o nome de Penedo dentre as cidades mais tradicionais e modernas de todo o baixo São Francisco. Vera Lerner continuará fazendo parte da nossa história.  

Histórico do Miss Alagoas

 

Ano Candidata Representação Colocação
2021 Rafaela Barbosa Arapiraca TBD
2020 A Miss Brasil foi indicada, portanto não houve disputa.
2019 Raíssa de Souza Rio Largo  
2018 Isabella Burgui Maceió Finalista (Top 05)
2017 Nathália Pastoura Santana do Ipanema Semifinalista (Top 10)
2016 Gabriele Marinho Barbosa Maceió Finalista (Top 05)
2015 Camila Leão de Lima Campelo Maceió  
2014 Aline Karla Ferreira de Macêdo Arapiraca  
2013 Nicole Camila Verçosa Rosa Barra de São Miguel  
2012 Marina Dantas Rijo Valoura Roteiro  
2011 Stéfanie Marques Carvalho Piranhas  
2010 Juliana Accioli Guimarães Faculdade de Maceió  
2009 Kamyla Brandão L. Moura Viçosa  
2008 Williana Graziella Siqueira Viçosa  
2007 Camilla Reis Cavalcanti Góis Revista Stylos  
2006 Tatiane Maria Bezerra Terêncio Revista Destaque  
2005 Aline Roberta Serafim da Rocha Verdes Mares Distribuidora  
2004 Fernanda Scorsatto Dorigon   Semifinalista (Top 10)
2003 Danielle Nascimento dos S.    
2002 Érika Catarina de Amorim    
2001 Aline Canedo Souza    
2000 Simonne Luz Menezes    
1999 Elena Cristina da Silva    
1998 Juliana Tenório Peixoto    
1997 Danyelly Velozo de Melo    
1996 Isabel Cristina Gonçalves    
1995 Tatiani Garcez Brigagão   Semifinalista (Top 10)
1994 Adriana Amaral Coelho    
1993 A Miss Brasil foi indicada, portanto não houve disputa.
1992 Patricia Bani    
1991 O Estado não enviou candidata ao Miss Brasil 1991.
1990 Não houve disputa nacional de Miss Brasil em 1990.
1989 Karina Padilha Rebelo    
1988 Girleide Costa Campêlo    
1987 Mosaly Rodrigues Brasileiro    
1986 Vera Ítala Leão Rêgo Arruda    
1985 Viviane Elisabeth Dorothea    
1984 Mônica Márcia Mendonça    
1983 Eveline Braga Santos   Semifinalista (Top 12)
1982 Sílvia Vicente da Silva    
1981 Sandra Lobo Pauferro   Semifinalista (Top 12)
1980 Alda Torres Tenório    
1979 Walmair Novais Santos    
1978 Valdelice Pereira Marinho    
1977 Célia Maria Neto Costa    
1976 Ana Cristina Menezes    
1975 Roseana Porto Farias    
1974 Maria de Fátima Silva    
1973 Márcia Andrada Tenório    
1972 Maria do Rosário Lerner Penedo  
1971 Ednar César Cerqueira São Miguel dos Campos  
1970 Maria Líbia Jucá Mafra Lions Clube de Maceió  
1969 Vera Lúcia Henriques Rio Largo  
1968 Cláudia Virgínia Martins Clube de Regatas Brasil  
1967 Maria de Lourdes Barros Arapiraca  
1966 Kátia da Silva Malta Iate Clube Pajussara  
1965 Mary Grace Bandeira Iate Clube Pajussara  
1964 Teresinha Granja Rio Largo  
1963 Terezinha Binas    
1962 Salete Mendonça    
1961 Carmen Mascarenhas Jaraguá Tênis Clube  
1960 Lunalva Lamenha Costa Casa do Estudante Universitário de Alagoas  
1959 Lydia Anny Kunnz Barreto Iate Clube Pajussara  
1958 Noélia Lopes Cavalcanti Iate Clube Pajussara  
1957 Rosa Lúcia Pachêco Associação Atlética Banco do Brasil  
1956 Maria Teresa de Mello Associação Teatral das Alagoas  
1955 Bertini Motta de Barros Clube de Regatas Brasil

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br