Blogs

ENERGIA SOLAR: painéis solares crescem 40% só em Pernambuco

26/09/2021 17h28
A produção da energia solar tanto pode ser para consumo imediato - um sistema - como também pode ser solicitado o estudo para armazenamento em caso de apagões.
ENERGIA SOLAR: painéis solares crescem 40% só em Pernambuco

A imperiosa necessidade em se economizar no preço da conta da energia elétrica, encontrar saídas para os futuros e já avisados apagões e a busca por fontes limpas de energia têm trazido para o mercado nacional a primeira alternativa para tais problemas por meio das instalações da energia solar por meio dos painéis solares em casas, prédios, ou indústrias que trazem o retorno imediato da manutenção em suas contas energia os mesmos valores pagos atualmente, mas com a garantia de que entre quatro ou seis anos esta mesma conta cairá em 90 a 95% do seu valor.

Sim, para se libertar da conta de energia atual você precisa aplicar os recursos, mas sendo em contas fechadas uma transferência dos valores entre a empresa fornecedora da energia elétrica e a compra do seu equipamento fotovoltaico. Vejamos o exemplo que segue: uma casa que paga em média R$ 500,00(quinhentos reais) em sua conta de energia elétrica mensal, implantando o novo sistema de captação da energia solar passará pagar os mesmos R$ 500,00(quinhentos reais), só que de maneira diferenciada. R$ 50,00 à fornecedora de energia – Equatorial em Alagoas – e R$ 450,00(quatrocentos e cinquenta reais) pelo produto adquirido para produzir a energia solar.

Mas, ao cabo de quatro a seis anos esse pagamento do equipamento cessará sendo seu por vinte e cinco a trinta anos em perdas em sua qualidade de produzir energia. Seriam em média vinte e cinco anos de R$ 450,00(quatrocentos e cinquenta reais) economizados por mês durante todo esse tempo.

Caso o seu consumo venha a ser a menor, a sobra de KW será acumulada para os meses subsequentes que por ventura tenham consumo acima da média. Ou seja: você nunca sai perdendo.

O sistema mais vendido no Brasil hoje é o de 5,5KW para telhados de 35 a 30 m2 que cobre normalmente uma conta de R$ 500,00(quinhentos reais/mês), e que custa em média de 25 a 26 mil reais.

Em média, os projetos variam de:

Para casas – de R$ 10.000,00 a R$ 70.000,00

Prédios – de R$ 50.000,00 a 100.000,00

Pequenas e médias empresas – de R$ 50.000,00 a R$ 400.000,00

E indústrias – de R$ 400.000,00 a R$ 10.000.000,00

 

Autor:

Fonte: correiodopovo-al.com.br