Blogs

Em uma visão futurista 2024 pode trazer sim RL versus MB

17/05/2022 17h52
Lembrando que Március é "candidato a deputado federal" consciente de uma derrota desgastante.
Em uma visão futurista 2024 pode trazer sim RL versus MB

Muita gente que fala sobre política em Penedo, fala pelos cotovelos, mas não é capaz de enxergar o miolo ou o suprassumo das disputas, e em quais campos se darão tal disputa em caso de confrontos entre RL e MB.

RL ainda não é avistado como um político feito, aos olhos dessas pessoas por não possuir grupo. Grupo se constrói, MB não chegou em Penedo com grupo. Montou depois que foi eleito prefeito.

E RL já está prefeito. Se precisar fazer grupo, e vai sim precisar, irá fazer o seu grupo e com a prefeitura em suas mãos. E uma prefeitura não é máquina a ser desprezível. E MB sabe muito bem disso.

Sabe tanto, que sabe até o quanto é difícil se enfrentar a um prefeito.

Bem diferente de enfrentar a um ex-prefeito. E MB sabe os dois lados da figura angular da prefeitura. Ganhou sem nunca ter sido prefeito, perdeu sendo prefeito. E depois venceu tal qual em sua primeira eleição a um adversário fácil de ser abatido. E foi reeleito com a prefeitura em suas mãos com vitória apertada. Sinal dos tempos.

Para 2024 fala-se até em uma união com o grupo Toledo, o que vem sendo natural aos políticos cujo desgaste já é perceptível. Lula e Alckmin são prova disso.

Mas daí se imaginar que Toledo vira Beltrão é muita presunção. Até porque o líder dos Toledo não está mais presente, e se aqui estivesse, esta união jamais sairia com o Beltrão sendo Március.

Mas em nome do poder divaguemos pelas tortas linhas da ambição pelo poder, e aceitemos como verdadeira a união entre Beltrão e Toledo; a primeira fase seria o arranjar da chapa onde MB jamais aceitaria ser o vice. Ivana por sua vez tem mais “orgulho e preconceito” que humidade para tal.

Sobraria então para um nome dos Toledo que poderá ser a filha ou o filho de Alexandre. Tem que ser Toledo da gema.

Isto significaria que todos admiradores de Alexandre votariam em MB?

Tenho certeza que NÃO! Ninguém transfere 100% dos seus votos. E neste contexto previsível, apesar de pôr elucubração, o que seria de Valdinho Monteiro? Outra vez Cabo quando aspira ao posto de Oficial?

Concluo que ainda é muito cedo para tanta imaginação dos “observadores” da nossa política que se definem como sendo de um único grupo: o grupo dos que estão famintos e com sede.

 

E ressalto, boi com sede bebe lama!

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br