Blogs

ATENÇÃO PROPRIETÁRIOS DE TERRENOS “ABANDONADOS”!

02/09/2021 12h15
PARA DEDETIZAR A SUA RESIDÊNCIA E PROTEGER SUA FAMÍLIA E ANIMAIS VEJA BANNER EM ANEXOS
ATENÇÃO PROPRIETÁRIOS DE TERRENOS “ABANDONADOS”!

Estamos registrando neste artigo que as intercorrências com aparecimento de escorpiões em residências habitadas por famílias e seus animais de estimação, cães e gatos, em sua maioria estão sendo ameaçados por estes perigosos que são animais pertencentes ao Filo Arthropoda, classe Arachnida e ordem Scorpiones dos bons tempos da s aulas de Ciências nos Colégios Sacramento e Marista em Maceió quando ensinávamos como identificá-los pela cor e quais as providências a tomarem.

       

                                              O preto                                                                         e o amarelo 

Estamos saindo do inverno, tempo ao qual a maioria desses animais de hábitos noturnos sai para a retomada das suas vidas, e precisando em começo receberem os raios solares que lhes servem de armazenamento de energia e até alimento no caso das cobras. Logo todo cuidado é pouco. Principalmente com crianças e os animais de estimação que podem ser alvos fáceis dentro das residências às quais pertencem. Mas isto não descarta aos adultos que podem ser picados.

Os escorpiões estão sempre escondidos em lugares como sapatos, úmidos e frescos, ou locais por entre móveis para o ataque às suas vítimas. Todavia também percorrem os locais abertos para o contato com a luz do Sol.

 

Mas de onde veem esses perigosos animais? Dos terrenos abandonados, quintais não cuidados pelos seus proprietários cuja limpeza não deve ser apenas da capinação. E a capinação libera escorpiões, cobras, ratos, lagartas, formigas, dentre outros vetores de riscos que invadem as residências vizinhas. E vale apena salientar que nos dias atuais a corresponsabilidade recai diretamente por sobre os proprietários desse tipo de terrenos abandonados.

Seguem imagens de dois escorpiões encontrados nesta semana em lugares totalmente distantes, parte alta da cidade e parte baixa, mas com as mesmas características de vizinhança com terrenos não cuidados. Fonte do problema.

 

Recomendamos duas coisas: avisar aos senhores proprietários do corrido, e a dedetização dessas residências como forma de garantir a saúde dos moradores e dos seus queridos animais.

É o que recomenda a razoabilidade.   

 

 

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br