Blogs

A sociedade criou e assim prevalecem as formas de mandar nas pessoas.

26/01/2021 17h07
Manda quem pode, obedece quem tem juízo
A sociedade criou e assim prevalecem as formas de mandar nas pessoas.

Infelizmente a sociedade conseguiu três maneiras bem próprias de mandar nas pessoas que não pensam, e por isso mesmo, essas pessoas fazem parte da massa de manobra de quem comanda os pilares do domínio. O poder de influencia social, o poder político e o poder econômico, que por vezes se associa aos dois três ao mesmo tempo.

 

O poder social é dominado pelos que se dizem elite ou a alta cúpula da sociedade que por meio das maneiras de comportamento termina por conseguir fazer rotular de bom ou de ruim a quem assim lhes interesse. Este tipo de comportamento é bastante agressivo e rápido tornando vítima das considerações finais da “sociedade” os que lhes incomodam ou não aceitam os seus “dogmas” no baixo clero. Classe baixa.

 

O poder político que termina por também influenciar a uma parte da sociedade sob o comando das benesses que apolítica pode proporcionar. Assim uma boa parcela das pessoas cedem aos encantos dos senhores políticos e terminam por rotular a pessoa ou pessoas, dependendo do interesse ou do objetivo a ser alcançado da sociedade dominante.

 

O poder econômico que se traduz em “simpatia” de todos que por ventura venham a depender de empregos gerados pelo poder econômico, empresas e empresários, que ainda conseguem agregar ao seu capital de domínio, o poder político tornando-se imbatível diante da formação de opiniões da sociedade. E por consequência, ainda existe a possibilidade de um mesmo grupo somar os três tipos de poder de influencia para dominar à sociedade subalterna – base da pirâmide social – dividindo ao povo como gado em pastos separados.

 

Com uma diferença: nos pastos existem rodízios, no caso da sociedade há rodizio apenas dos dominados. No comando NUNCA!

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br