Blogs

A aceitação da corrupção como solução ou defesa para o errado?

20/07/2021 14h56
Que a corrupção sempre existiu nunca se negou isto> mas daí se concluir que há uma naturalidade nisso, é um pouco demais não?
A aceitação da corrupção como solução ou defesa para o errado?

Tenho acompanhado todas as principais matérias que versam sobre a corrupção no Brasil, e cada vez mais me convenço que a justiça, os políticos e o povo não encontrarão saída para este mal. É como disse FHC em entrevista em meio aos Procuradores da República da Lava jato, “no Brasil tronou-se cultural”, ou seja, sem solução.

E como diz uma amiga que tenho “aceite que dói menos!”. Só que neste caso específico nem ela concorda com o artificio da corrupção sistêmica no país. Segundo Hélio Bicudo, advogado por excelência, e fundador do Partido dos Trabalhadores – PT – em nosso país os atuais ricos são todos eles de fácil detecção de onde provém a riqueza: dos cofres públicos.

Em sendo assim, perguntamos por que um ministro da saúde em exercício do cargo acha que as apurações da corrupção pela CPI da Pandemia já sinalizam para roubos, formação de quadrilhas, peculato, uso do propinoduto, improbidade administrativa, e diz que em meio às apurações da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que, “na administração pública, incluindo União, estados e municípios, pode haver algum tipo de transgressão”. Ele havia sido questionado sobre supostas irregularidades no âmbito da negociação de vacinas contra Covid-19 que estão sendo investigadas pela comissão.

Nestes termos perguntamos então ao nosso internauta leitor: a declaração de Queiroga é ou não admitir a corrupção dentro do governo Bolsonaro?

 

 

Autor: Raul Rodrigues

Fonte: correiodopovo-al.com.br