Alagoas

Reunião busca soluções para prejuízos causados à cultura nos bairros afetados por afundamento

04/05/2021 11h34
Este é o segundo encontro promovido pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) direcionado aos grupos populares
Reunião busca soluções para prejuízos causados à cultura nos bairros afetados por afundamento

Uma reunião com as principais lideranças dos segmentos culturais populares discutiu, nessa segunda-feira (3), soluções para o setor e os prejuízos ao patrimônio material e imaterial nas áreas de Maceió afetadas pela instabilidade do solo. A prefeitura trabalha de maneira integrada para dar amparo e buscar medidas que fortaleçam este público. O prefeito JHC participou da discussão.

Este é o segundo encontro promovido pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) direcionado aos grupos populares com atuação forte nestas localidades. Para facilitar a interlocução com a Braskem, apontada como responsável pelo afundamento do solo devido à extração de sal-gema, a participação do Gabinete de Gestão Integrada para a Adoção de Medidas de Enfrentamento aos Impactos do Afundamento dos Bairros (GGI dos Bairros) tem sido fundamental.

Durante a reunião, o prefeito JHC destacou a atuação da Prefeitura, que tem trabalhado diariamente para garantir a segurança e os direitos da população e equipamentos dos bairros atingidos pelo afundamento de solo.

“Em mais uma reunião, estamos tratando dos incalculáveis prejuízos que a nossa cidade vem sofrendo e, sobretudo, a nossa população. A cada dia que passa, a gente vê que os prejuízos não conseguem ser colocados no papel. Então, a gente discute, debate e vai vendo a dimensão que isso tudo causou. E, no espírito colaborativo, a gente tem conversado e ponderado, para poder trazer as melhores soluções”, ressaltou JHC.

Para a presidenta da FMAC, Mirian Monte, o prejuízo para o patrimônio imaterial, composto pelas expressões culturais, manifestações, festividades e tradições transmitidas de geração em geração, é mais difícil de quantificar. Um levantamento dos danos causados à cultura está sendo feito pela Prefeitura. O documento servirá de parâmetro para a tomada de decisões que beneficiem esta fatia da sociedade.

“Participando destas reuniões com representantes dos grupos populares, me sinto ainda mais segura, já que eles têm conhecimento de causa, sabem das dificuldades e podem apontar as soluções. Nesta segunda, foram apresentadas algumas iniciativas que podem ser utilizadas a curto, médio e longo prazos”, destacou.

 

Autor: Jobison Barros com assessoria

Fonte: gazetaweb.globo.com