Alagoas

MP-AL questiona fechamento de rua para instalação de cadeira gigante na orla de Maceió

13/01/2022 17h08
Promotor Jorge Dória alega que ação foi motivada por reclamação de moradores da Ponta Verde, mas equipamento já virou febre entre maceioenses e turistas.
MP-AL questiona fechamento de rua para instalação de cadeira gigante na orla de Maceió

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MP-AL) cobrou da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió explicações sobre o fechamento de uma passagem de veículos no canteiro da orla da Ponta Verde para instalação da cadeira de praia gigante que virou febre entre turistas e maceioenses.

De acordo com o promotor de Justiça Jorge Dória, a ação foi motivada a partir de reclamações feitas por moradores do bairro. “Deixamos claro que o questionável nesse procedimento é a mudança na referida rua, o que tem servido para diversas queixas feitas pela comunidade”.

A SMTT informou que vai responder o MP-AL dentro do prazo, e que o fechamento de um dos retornos na Avenida Silvio Carlos Viana com a Rua Valdo Omena, objeto do questionamento, busca resgatar o convívio social e garantir a segurança dos pedestres que acessam o local.

O equipamento, contudo, caiu no gosto da população e já virou atração turística na cidade, com longas filas para fotos.

“Achei o máximo, muito legal e bonito para reunir a família”, comentou a turista de Brasília Bruna Xavier.

"Valeu a pena [esperar na fila]. Foi bom, valeu a pena”, comemorou André Xavier após fazer sua foto na cadeira gigante.

Ainda sobre o fechamento da passagem na pista, o promotor Jorge Dória justifica que, para haver mudança de finalidade ou uso de um bem coletivo, é preciso um trâmite e que, para tal, um ato de desafetação com justificativas convincentes e acatadas.

A SMTT esclareceu que existem mais dois acessos próximos ao ponto que foi fechado e que a mudança não gerou congestionamentos ou transtornos à população.

Autor: g1 AL

Fonte: g1.globo.com