Alagoas

Defensoria Pública de Alagoas exige comprovante de vacina contra Covid para atendimento

14/01/2022 17h35
Decisão passa a valer a partir de segunda-feira (17) para os atendimentos presenciais no órgão.
Defensoria Pública de Alagoas exige comprovante de vacina contra Covid para atendimento

A Defensoria Pública do Estado de Alagoas vai passar a exigir o comprovante de vacinação contra
Covid para atender os usuários em todas as unidades do estado. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (14) e passa a valer a partir de segunda (17).

A medida busca proteger os funcionários e a população assistida do contágio pela Covid-19. De acordo com a portaria, para entrar em uma das unidades da portaria será preciso comprovar que foi vacinado contra a Covid-19.

A comprovação deve ser feita com um documento de identidade com foto, acompanhado pelo certificado de vacinação digital, emitido pelo aplicativo Conecte SUS, do Ministério da Saúde, ou pelo cartão físico de vacinação emitido no momento da vacinação por uma instituição governamental nacional ou estrangeira ou institutos de pesquisa clínica.

 

Além da comprovação da vacinação, os usuários devem comparecer e permanecer nas unidades da Defensoria Pública com máscara de proteção, fazer o uso do álcool em gel e respeitar o distanciamento.

De acordo com a Defensoria, caso o cidadão não for atendido por não estar vacinado, o atendimento será reagendado, dando a oportunidade para que o usuário se vacine.

Em casos de pessoas em condição de extrema vulnerabilidade ou situações de urgência, depois de analisada pelo defensor público, a defensoria poderá abrir exceções para a exigência.

Autor: g1 AL

Fonte: g1.globo.com