Alagoas

Após incêndio na BR-101, usina diz que cana não poderá ser mais colhida em janeiro de 2022

24/11/2021 17h38
Mais uma vez, área de vegetação é alvo de incêndio na BR-101, dificultando a visibilidade de condutores
Após incêndio na BR-101, usina diz que cana não poderá ser mais colhida em janeiro de 2022

O incêndio provocado na BR-101, no início da tarde desta quarta-feira (24), chamou a atenção de quem passava pela rodovia. Este é o segundo incidente em menos de um mês, na vegetação, que pertence à Usina Caeté, localizada em São Miguel dos Campos, zona metropolitana de Maceió.

Segundo a direção da Usina, a cana seria colhida somente em janeiro de 2022, para dar continuidade à moagem que teria iniciado em setembro deste ano.

Ainda de acordo com a empresa, o incêndio pode calcular-se como criminoso ou acidental. “Jogar uma bituca de cigarro no local pode ser o suficiente para provocar um incêndio, visto que a vegetação está seca por conta do clima”, afirma.

“A cana que seria colhida em janeiro de 2022 não poderá mais, devido a essa queimada”, concluiu.

 

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estiveram no local, para sinalizar a rodovia, que foi liberada por volta das 13:40. Felizmente não houve feridos.

Autor: Matheus Silvino

Fonte: gazetaweb.globo.com