Alagoas

AMA recomenda que festas juninas não sejam realizadas nos municípios alagoanos

10/06/2021 20h15
De acordo com a associação, a prioridade no momento é conter o avanço do vírus, que já vitimou quase 5 mil alagoanos
AMA recomenda que festas juninas não sejam realizadas nos municípios alagoanos

Em entrevista para a Tv Gazeta de Alagoas, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), prefeito Hugo Wanderley, recomendou novamente aos gestores de cada município, que não realizem festejos juninos em suas cidades.

Em decorrência da pandemia de Covid-19, pelo segundo ano consecutivo, a festa mais aguardada da região Nordeste teve que ser cancelada. A prioridade no momento é conter o avanço do vírus, que já vitimou quase 5 mil alagoanos. Por isso, a AMA orienta que a população não solte fogos, não acenda fogueiras e evite a aglomeração. Nas redes sociais, a Entidade começou campanhas educativas que irão durar todo o mês junino.

A AMA também divulgou o pedido da Força-Tarefa de Prevenção e Enfrentamento à Pandemia da Covid-19 do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL), para que os municípios não promovam concursos de quadrilhas juninas, shows e demais eventos e que eles não concedam autorizações para a utilização do espaço público para a realização de shows particulares, com ou sem cobrança de ingressos.

Segundo especialistas, a dificuldade respiratória provocada pela fumaça pode agravar quadros respiratórios com a possibilidade de afecções e comprometimentos pulmonares, que podem confundir com Covid-19 e as demais doenças com sintomas semelhantes. Outro fator é o cuidado com quem está se recuperando do vírus.

Autor: Lívia Tenório, com Assessoria

Fonte: gazetaweb.globo.com