Alagoas

Alagoas volta a receber cruzeiros em dezembro com 23 navios confirmados

24/11/2021 17h31
Anvisa definiu protocolos sanitários para retomada da temporada de cruzeiros no Brasil. Passageiros só podem viajar nos navios após completarem vacinação contra Covid.
Alagoas volta a receber cruzeiros em dezembro com 23 navios confirmados

Suspensa desde março de 2020 em todo o Brasil por causa da pandemia, a temporada de cruzeiros foi retomada neste mês de novembro. Alagoas aguarda a chegada de 23 navios ao Porto de Maceió em dezembro. O primeiro navio, o MSC Seaside, vem de Recife, atraca na capital alagoana no dia 8 de dezembro, e segue viagem para Salvador.

Em outubro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) definiu protocolos sanitários para viagens em navios de cruzeiro. Segundo as regras, passageiros devem apresentar comprovante de vacinação completa e navios só podem circular com 75% da capacidade.

A chegada do MSC Seaside no dia 8 vai ser o primeiro teste de Alagoas de embarque e desembarque de passageiros após a conclusão das obras do terminal de passageiros do Porto de Maceió.

A expectativa é da passagem de cerca de 120 mil turistas em cruzeiros na temporada 2021/2022, segundo o governo do estado. O número de navios confirmados é 155,5% maior do que o da última temporada, quando nove navios atracaram no estado.

“O Nordeste hoje é o principal destino doméstico dos cruzeiros no Brasil e Alagoas está inserida neste cenário, batendo na temporada 2021/2022 o recorde de recepção de navios, com 23 embarcações atracando no Porto de Maceió, trazendo visitantes e gerando receita, fortalecendo o segmento do turismo e, consequentemente, a economia de Alagoas”, afirmou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

De acordo com estudo da Cruise Lines International (CLIA), o setor de cruzeiros marítimos gerou cerca de US$ 154,5 bilhões de dólares de receita em 2019, empregando 1,17 milhão de pessoas no mundo. No Brasil, na temporada 2019/2020, 470 mil cruzeiristas foram embarcados, gerando um impacto econômico médio por cruzeirista nas cidades-escala de R$ 557,32.

 

Retomada com protocolos

 

Com o avanço da vacinação do Brasil, a retomada segura e gradual do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial. No total, nove municípios alagoanos já foram contemplados com a certificação internacional: Pilar, Penedo, Maragogi, Porto de Pedras, Piranhas, Japaratinga, Delmiro Gouveia, Marechal Deodoro e Roteiro.

O estado também registra cerca de 1.881 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo, ocupando o primeiro lugar do Nordeste em emissão de selos. As duas certificações levam em consideração a prática de condutas que tragam segurança para turistas, trabalhadores e moradores das regiões turísticas.

Autor:

Fonte: g1.globo.com